Vítimas de acidente na Beira-Mar voltavam de arrancadão  montagem/DC

Três morreram e um ficou gravemente ferido após carro colidir contra poste na Beira-Mar

Foto: montagem / DC

Os jovens que se envolveram em acidente na Avenida Beira-Mar Norte por volta das 2h deste sábado estariam voltando da 1ª Etapa do Campeonato Catarinense de Arrancada 2014, de acordo com informações da Polícia Militar. O evento, que deve ter sequência hoje, estava marcado para inicar às 18h de sexta-feira e finalizou às 0h30min.

O arrancadão ocorreu na Passarela Nego Quirido, no Centro da Capital. Em março, a realização das provas no local havia sido proibida pela Defesa Civil. O laudo que justificava o cancelamento apontava defensas metálicas colocadas de maneira improvisada, inexistência de parecer técnico, inexistência de áreas de escape grandes o suficiente e postes parelelos a via.

A liberação para este final de semana teria sido divulgada apenas na última sexta-feira. Segundo a Defesa Civil, as mudanças solicitadas foram todas realizadas, houve vistoria dos bombeiros e foi cedido o alvará.

Conforme Mário Maximski, amigo da família de um dos ocupantes do Corsa que colidiu contra um poste na Beira-Mar, as vítimas participaram do evento apenas como espectadores. Um dos jovens trabalhava em uma das empresas patrocinadoras do arrancadão.

Leia também:

>>>
Identificados os quatro jovens envolvidos no acidente
>>> Amigos lamentam mortes na Avenida Beira-Mar nesta madrugada

Campeonato Catarinense de Arrancada

Segundo Felipe Mauricio Simeão, organizador das provas de arrancada, todos os carros da competição passam por vistoria técnica com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). Podem competir carros de rua (originais) e veículos específicos para a prática. As provas são divididas em 18 categorias, disputadas em um trecho de 201 metros. Os carros originais costumam empregar velocidade de até 120km/h, enquanto os modificados chegam a fazer 185 km/h.

Neste ano o evento ocorre entre 16 e 17 de maio e foram 150 inscritos apenas no primeiro dia.

— O intuito do campeonato é tirar os rachas das ruas. Queremos desmaginalizar o esporte — disse Simeão.


Espectadores de arrancadão em Florianópolis colocam faixa contra rachas de rua (Fast Floripa / Divulgação)

Qualquer pessoa que tem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em dia pode participar do arrancadão, mediante pagamento da taxa de inscrição. Os ingressos para assistir são vendidos a partir de R$ 10.
DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história