Projeto de interiores prioriza solução livre de paredes para o melhor uso e convívio dos moradores Mariana Boro/divulgação

Na repaginação do imóvel, o social ganhou uma cozinha gourmet totalmente equipada, próxima à churrasqueira. No projeto o visual externo para a mata e o mar foi valorizado com grandes painéis de vidro

Foto: Mariana Boro / divulgação

Este era um apartamento antigo, pouco utilizado pela família. Com 135 metros quadrados e grande área externa descoberta e subutilizada – cerca de 35 metros quadrados –, havia a necessidade de repaginação dos ambientes de convívio que eram pequenos e com muitas divisões. No layout, apenas um banheiro social. Para melhor aproveitar o imóvel, que tem localização privilegiada na praia dos Ingleses, em Florianópolis, foi necessária uma mudança geral. A reforma teve o comando da arquiteta Cintia de Queiroz. No briefing passado pelos proprietários, um casal na faixa dos 40 anos, com três filhas e que tem como hobby viajar, o interesse por integrar os espaços do social, incluir uma cozinha gourmet junto à churrasqueira, sem eliminar a cozinha original.

O apartamento é uma cobertura e acomoda sala de estar, cozinha gourmet e jantar abertos, e generosa área externa com spa. O espaço íntimo reúne uma suíte e mais dois quartos. Somam-se ainda aos cômodos existentes um banheiro, um lavabo, a lavanderia e uma sauna. 

— O projeto é moderno e despojado. A intenção era proporcionar ambientes alegres, aconchegantes e informais. Por isso, um espaço amplo e pronto para receber amigos. As cores e texturas da Ilha de Santorini, na Grécia, serviram como inspiração neste trabalho — diz Cintia.

Um dos destaques do projeto de interiores é a bancada inteligente de Corian da cozinha gourmet. Feita sob medida, apresenta alguns recursos muito práticos como escorredor de pratos, escorredor de talheres e de copos, tábua deslizante e tomadas embutidas. 

— A maior vantagem desse tipo de bancada a meu ver é a durabilidade e a higiene que proporciona. Não existem emendas e os cantos são todos arredondados. Apesar de branca, a bancada está sempre limpa, já que não mancha. Com uma esponja de louça dá para remover facilmente qualquer sujeira — pontua a arquiteta.

Outro ponto que vale ressaltar é o revestimento da parede do home theater, que chama-se Renda, um cimentício. É encontrado em diversas cores e pode ser pintado.

 
Na repaginação deste imóvel, o social ganhou uma cozinha gourmet totalmente equipada, próxima à churrasqueira.
Foto: MARIANA BORO, DIVULGAÇÃO


O azul klein, uma referência aos tons da ilha de santorini, na Grécia.
Foto: MARIANA BORO, DIVULGAÇÃO

Detalhes sob medida

A paleta de cores foi escolhida a dedo. Segundo a arquiteta, cada ambiente tem um tom predominante. As cores foram usadas para alegrar e dar personalidade aos espaços. Na sala, a cor predominante é o azul klein, inspirado em Santorini.

Diversas peças trazidas de viagens da família foram aproveitadas na decoração, a exemplo do quadro de peixes azuis confeccionado pelas Kunas, índias panamenhas.

As rendas de bilro também foram emolduradas, algumas aqui mesmo de Florianópolis e outras do Arquipélago dos Açores, em Portugal. 

— Trazer elementos com memória afetiva para a decoração é sempre muito importante, garante personalidade aos espaços — pontua Cintia.

O piso das áreas de convívio foi revestidos com porcelanato. Na área externa foi usado revestimento cimentício poroso atérmico com cantos arredondados nos degraus.

A iluminação foi projetada para valorizar os pontos fortes da decoração, segundo a arquiteta Cintia de Queiroz. Assim como a luz indireta nos nichos na parede e nos móveis.

Toda a instalação elétrica foi automatizada para controlar as cenas de iluminação, abertura de persianas, equipamento de imagem e som.

 
Na parede azul klein o charme das rendas de bilro emolduradas
Foto: MARIANA BORO, DIVULGAÇÃO

 
Repare o revestimento da parede. Chama-se Renda, um cimentício. É encontrado em diversas cores e pode ser pintado
Foto: MARIANA BORO, DIVULGAÇÃO

 
Diversas peças trazidas de viagens da família foram aproveitadas na decoração. O quadro de peixes azuis (acima) é um exemplo.
Foto: MARIANA BORO, DIVULGAÇÃO

 
No home theater chamam a atenção os pufes feitos de retalhos reciclados de calça jeans, abaixo do móvel planejado
Foto: MARIANA BORO, DIVULGAÇÃO

 
A varanda com spa de 36,5 metros quadrados é uma extensão do social
Foto: MARIANA BORO, DIVULGAÇÃO

 
O espaço é demarcado pelo revestimento cimentício poroso atérmico com cantos arredondados dos degraus
Foto: MARIANA BORO, DIVULGAÇÃO


A PROFISSIONAL

Arquiteta Cintia de Queiroz
dqueiroz@dqueiroz.arq.br
(48) 3348-1788
DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história