Faca na caveira: curso do Bope termina com 15 sobreviventes em Santa Catarina Charles Guerra/Agencia RBS

DC acompanhou treinamento realizado em sítio da Grande Florianópolis.

Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

Quinze policiais são os sobreviventes do rigoroso e exigente curso do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Eles vão participar da solenidade de formatura na sexta-feira, às 10h, em São José, e passam a integrar o pelotão de elite da Polícia Militar. Na sexta, o batalhão também completará nove anos de criação em Santa Catarina.

Foram três meses de intenso treinamento que associa resistência e força psicológica, a grande parte em local rústico de mato. No total, 120 policiais se inscreveram e destes 35 passaram nos testes físicos e começaram o curso.

Os 15 PMs que venceram todas as etapas e chegaram ao final serão considerados agora policiais caveiras, o símbolo do batalhão. Doze deles atuam na PM de Santa Catarina, sendo dois oficiais (capitão e tenente) e 10 praças. Outros três policiais são do Piauí, Rondônia e Mato Grosso.

— Ao final 15 permaneceram, o que ficou dentro da média de 40% a 50% normal do curso. Todos que entraram estavam bem fisicamente, mas os que permaneceram foram além fisicamente e muito disciplinados psicologicamente — destacou o comandante do Bope, tenente-coronel Marcelo Cardoso.

No curso os novos caveiras obtiveram formação, por exemplo, em doutrina de emprego de tropas especiais, sobrevivência, orientação e busca terrestre, tiro tático, abordagens em baixa luminosidade, patrulha urbana, combate em ambiente confinado, técnicas de altura, gerenciamento de crise e negociação, explosivos, segurança de autoridades, tiro policial de precisão, operações anfíbias, mergulho autônomo, operações aerotransportadas, defesa pessoal policial, treinamento físico militar e operações de inteligência em operações especiais.

Os 12 PMs passam a incrementar a tropa do Bope, que tem 103 PMs e desde 2009 não recebia novos integrantes.

A formatura desta sexta será na sede do batalhão, em São José, e contará com a presença do comandante-geral da PM, coronel Valdemir Cabral, que também é ex-comandante do Bope. Familiares dos novos caveiras participarão do evento.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história