Manutenção nas pontes Colombo Salles e Pedro Ivo deixa pista fechada na madrugada de terça-feira Ricardo Wolffenbüttel/Agencia RBS

A reforma das pontes foi motivo de ação do Ministério Público em 2014

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Agencia RBS

O Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) informou ontem que fará manutenção de canaletas e juntas de dilatação das pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos, em Florianópolis, a partir desta terça-feira e nos dias 22, 23, 28 e 29 de outubro. O horário dos trabalhos será entre 23h30min e 5h30min, com apoio da Polícia Militar no controle do tráfego. Segundo nota da assessoria de imprensa, será interditada primeiramente a faixa da direita (sentido Centro-Continente) da Colombo Salles, avançando sucessivamente para a seguinte assim que for concluída a limpeza completa da pista anterior.

Entenda o caso:
:: Deinfra pode ser multado por não interditar passarelas
:: Deinfra afirma que vistoria das pontes Pedro Ivo e Colombo Salles será concluída no prazo dado pela Justiça
:: Atraso em estudo dificulta manutenção das pontes
:: MP-SC questiona destino de recursos repassados para estudo
:: Visor: Confira o que determina a liminar cedida nesta terça-feira

Encerrada esta etapa, os serviços serão deslocados para a Ponte Pedro Ivo Campos. Assim como no recuperação dos guardrails da SC-401, os trabalhos serão suspensos durante o final de semana devido ao intenso fluxo de carros.

A manunteção atende à determinação judicial que ordena que sejam feitas adequações na pista e nas passarelas de pedestres. Atualmente, somente a passarela sul da Ponte Pedro Ivo Campos serve de passagem para ciclistas e pessoas a pé. As demais foram interditadas pelo próprio Deinfra em setembro.

Além dos ajustes mais urgentes, a Justiça deu prazo para que governo e Consórcio Pontes Sul concluam estudo que vai orientar a reforma das duas pontes. Segundo o Deinfra, até o final do ano serão feitas inspeções com equipamentos especializados em diferentes áreas, com avaliação da fundação, estrutura e pintura das pontes. O valor total do contrato é de R$ 1,5 milhão, sendo que R$ 180 mil já foram pagos pela primeira etapa do trabalho, feita em 2013.
HORA DE SANTA CATARINA
 Veja também
 
 Comente essa história