Conheça museus e prédios históricos para visitar no litoral catarinense Betina Humeres/Agencia RBS

Museu Histórico de Santa Catarina, no Palácio Cruz e Sousa, na Praça XV de Florianópolis

Foto: Betina Humeres / Agencia RBS

Durante dias sem sol ou para quem quer dar um tempo da praia, o verão em Santa Catarina também tem opções cheias de cultura e história, em museus e construções históricas pelo litoral e locais próximos. Conheça algumas opções:

FLORIANÓPOLIS

Ecomuseu Ribeirão da Ilha

Possui acervo ligado à colonização açoriana de Florianópolis e do Ribeirão da Ilha, em especial. Conserva uma propriedade rural de 1793, inclusive um Engenho de Farinha de Mandioca próximo à residência.

Visitação deve ser agendada pelo telefone (48) 3237-8148. Valor: R$ 3 por pessoa

Museu Histórico de Santa Catarina - Palácio Cruz e Sousa


O prédio é tombado como patrimônio histórico do Estado desde 1984. O acervo é composto por móveis e objetos ligados à história política do Estado. Destacam-se as escadarias de mármore de Carrara, as clarabóias de ferro no telhado, os trabalhos de marchetaria nos assoalhos, as pinturas nas paredes, os detalhes de estuque nos tetos.

Localizado na Praça XV de Novembro. O horário de visitação é de terça a sexta-feira das 10h às 18h, e sábado e domingo das 10h às 16h. Os ingressos custam R$ 5. Alunos e professores de escolas da rede particular pagam R$ 2. Gratuito para alunos e professores da rede pública de ensino municipal, estadual e federal, brasileiros maiores de 65 anos e guias turísticos. Aos domingos a entrada é gratuita para todos.

Centro Integrado de Cultura (CIC)

Desde 1982, quando foi inaugurado, o CIC é a casa das diversas formas de manifestação da cultura artística de Santa Catarina. Abriga grandes salões de exposição, bibliotecas setoriais, o cinema, o Teatro Ademir Rosa, o Museu de Arte de Santa Catarina, o Museu da Imagem e do Som, as Oficinas de Arte, a Escolinha de Arte e o Ateliê de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis.

Localizado na Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica.

Museu da Imagem e do Som (MIS)

Conta com acervo de cerca de 10 mil discos de vinil, 2 mil discos de cera (os mais antigos são das décadas de 1920 e 1930) e toda sorte de equipamentos históricos referentes ao som e imagem. Promove, ainda, exposições da área de Fotografia, Audiovisual e outras mídias de interesse artístico, histórico, sociológico e cultural.

Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC). Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira,das 13h às 19h (administrativo) / de terça-feira a sábado, das 10h às 20h30. Domingo e feriados, das 10h às 19h30min (espaço expositivo)
Contato: (48) 3664-2650
Entrada gratuita

Museu de Arte Moderna de Florianópolis (MAMF)

O Masc abriga, atualmente, quase 2 mil obras de artistas de todo o Brasil e do mundo, com destaque para os catarinenses. Recebe, em seu espaço de exposições temporárias, mostras de artistas nacionais e internacionais, representando as diversas linguagens das artes visuais.

Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC). Visitação: de terça-feira a sábado, das 10h às 20h30. Domingo e feriados, das 10h às 19h30.
Contato: (48) 3664-2629
Entrada gratuita



Casa José Boiteux

A atual sede do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina e da Academia Catarinense de Letras, hoje intitulada Casa José Boiteux,  abrigou o Instituto Histórico Politécnico em 1925 e também foi sede da Academia de Comércio de Santa Catarina.

Localizada na Avenida Hercílio Luz, 523, Centro. Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h. Contato: (48) 3222-5111

Casa da Alfândega

A Casa da Alfândega é sede, desde 1988, do projeto Galeria do Artesanato. O espaço abriga cerca de 120 artesãos vindos de várias regiões de Santa Catarina, englobando as várias etnias colonizadoras do estado. Seu nome remete à antiga função desse magnífico edifício neoclássico, construído em 1876 para atender às atividades portuárias da antiga Desterro, como se chamava Florianópolis na época.

Rua Conselheiro Mafra, 141, Centro. Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira,
das 9h às 18h30min. Sábado, das 9h às 13h.
Contato: (48) 3665-6097
Entrada gratuita

Biblioteca Pública de Santa Catarina

Inaugurada oficialmente em 9 de janeiro de 1855, a Biblioteca Pública de Santa Catarina é uma das mais antigas do Brasil. Em 1979, foi instalada no atual prédio, onde a memória cultural do estado é mantida e conservada por meio de livros, periódicos, audiovisuais,
microfilmes, entre outros materiais informativos.

Rua Tenente Silveira, 343, Centro. Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira,
das 8h às 19h15min. Sábado, das 8h às 11h45.
Contato: (48) 3665-6422
 
BIGUAÇU


Casa dos Açores – Museu Etnográfico

A Casa dos Açores, que abriga o Museu Etnográfico, no município de Biguaçu, é um dos registros materiais da passagem dos colonizadores açorianos pela localidade de São Miguel, nos séculos 18 e 19. O imóvel foi adquirido pelo Governo do Estado de Santa Catarina em 1978, e passou por restauração para se transformar em museu, inaugurado no dia 4 de março de 1979. O museu forma, junto com a Igreja de São Miguel, a chácara e os arcos do antigo aqueduto, um conjunto arquitetônico. Conta com acervo de móveis, roupas e outras peças que visam à preservação e o estudo da cultura açoriana.

Com entradas gratuitas o local funciona de terça a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Aos sábados e domingos, das 9h às 12h30 e das 13h30 às 18h.

SÃO FRANCISCO DO SUL

Museu Nacional do Mar

No Museu Nacional do Mar, em São Francisco do Sul, no Norte do Estado, é possível conhecer o barco Cúter do Maranhão, batizada de Lindo Horizonte II e popularmente conhecido como canoa. Entre as peças que se encontram em exposição nas 18 salas temáticas do Museu, estão mais de 91 barcos em tamanho natural, cerca de 150 peças de modelismo e artesanato naval.

O local funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 18h. Sábados e domingos, das 10h às 18h. Os ingressos custam R$ 5 inteira ou R$ 2 meia-entrada com carteirinha de estudante (entre 8 e 17 anos), estudante universitário (carteirinha com validade).

PIÇARRAS

Museu Oceanográfico da Univali

O acervo reúne coleções excepcionais em diversos grupos de grande importância científica, destacando a maior coleção de conchas da América Latina, com 88.813 amostras que incluem as duas conchas mais procuradas por colecionadores no mundo; a maior coleção de mamíferos marinhos do Brasil, com 708 lotes que incluem baleias, golfinhos, focas, lobos e leões marinhos de diversas espécies; a maior coleção da América Latina de tartarugas marinhas, com 644 lotes; a maior coleção de elasmobrânquios (tubarões e raias) da América Latina e a quarta maior do mundo, com 5017 espécimes que incluem exemplares raríssimos e únicos em nosso continente.


BOMBAS

Museu Naval Casa do Homem do Mar


É considerado um dos mais expressivos museus navais da América Latina. É sede do Instituto Soto Delatorre e resgata a relação do homem com o mar, desde os primórdios da humanidade até nossos dias. O horário de atendimento do museu na alta temporada é de terça-feira a domingo, das 14h às 20h e na baixa, das 14h às 18h

Av. Falcão, 2.200 – Bombas
Tel: (47) 3363-5786

LAGUNA

Museu Casa de Anita


Foi nessa casa que Anita Garibaldi vestiu-se para o seu primeiro casamento, com o sapateiro Manoel Duarte de Aguiar, em 1835. Foi construída em 1711 e atualmente funciona como museu, com um acervo que lembra a trajetória de Anita e seu romance com Giuseppe Garibaldi. Guarda, além de móveis da época e utensílios pessoais, uma urna com a terra da sepultura da heroína e o mastro do navio “Seival”, uma das embarcações transportadas por Giuseppe Garibaldi desde o interior do Rio Grande do Sul tomada de Laguna.

Horário: Todos os dias, das 9h às 17h
Valor da entrada: R$ 2,50
Informações (48) 3646-2542

RANCHO QUEIMADO

 

Casa de Campo do Governador Hercílio Luz

Cerca de 62 quilômetros distante de Florianópolis, a antiga casa de campo do ex-governador Hercílio Luz, em Rancho Queimado, abriga o museu criado em 1985, após sua restauração e tombamento como Patrimônio Histórico do Estado de Santa Catarina. O acervo conta com coleção de moedas, mobiliário antigo, além de móveis, roupas e objetos que remontam à colonização alemã na região.

Rua Paulo Sell, 428, Taquaras.
Visitação: de terça a sexta-feira, das 13h às 18h.
Sábados e domingos, das 10h às 17h.
Contato: (48) 3275-1453
Entrada gratuita

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história