"A hora que eu perder para Sandro Pallaoro e Cláudio Gomes eu paro", dispara técnico do Figueirense Marco Favero/Agencia RBS

Foto: Marco Favero / Agencia RBS

Após o empate com a Chapecoense por 1 a 1 na Arena Condá, o técnico do Figueirense, Argel Fucks, soltou o verbo na entrevista coletiva. O treinador ficou chateado por uma montagem feita e divulgada em Chapecó antes da partida. Na imagem, feita com uma foto dele no Furacão em 2012 — quando treinou pela primeira vez o Alvinegro —, é creditada a uma frase onde ele teria dito que jogar em Chapecó é como atuar em campo neutro. Ele ficou irritado com a divulgação da falsa informação.

::: Suspenso, Clayton desfalca o Figueira contra o Criciúma
::: Confira a tabela completa do Campeonato Catarinense

— Quando alguém fizer uma armação, faz alguma a coisa direito. Põe uma foto de 2015, não de 2012. Porque fazer isso é colocar uma cidade contra mim, tenho muitos amigos aqui. Eu não vim trabalhar na Chapecoense foi porque o Sandro (Pallaoro, presidente da Chape) não quis. Não quis porque eu sou amigo do João Rodrigues (ex-prefeito da cidade) e do (Izair) Gambatto (empresário e ex-parceiro do clube). Ele deve pensar no que fala, até porque ele entende de fruta, como o Cláudio Gomes (diretor de marketing do Criciúma) entende de panfleto. Eles são amigos e farinha do mesmo saco e estão sempre chorando alguma coisa — detonou Argel, que não poupou nem o desafeto da época de Tigre, Cláudio Gomes.

A rixa entre o presidente da Chapecoense, Sandro Pallaoro, e Argel Fucks começou quando o nome do treinador surgiu para assumir o Verdão no ano passado, parecia tudo certo quando Pallaoro não aceitou o acerto. O treinador não gostou, pouco tempo depois assumiu o Alvinegro e venceu na Arena Condá no primeiro encontro na Série A.

— Vamos ver qual era a desculpa hoje. A desculpa era o vento, a desculpa era que o nosso time bate muito e que tirou jogador do Metropolitano. Faz multa falta, hoje tivemos oito cartões amarelos e nenhum para a Chapecoense. Eu sou um cara íntegro no futebol, as pessoas me conhecem de norte a sul e a hora que eu perder para Sandro Pallaoro e Cláudio Gomes eu paro — finalizou Argel. 



Clique na imagem e acesse o Guia Online do Campeonato Catarinense
Guia Online do Campeonato Catarinense

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história