Deinfra anuncia medidas para reforçar dispositivos de segurança na SC-418 Salmo Duarte/Agencia RBS

Deinfra realiza vistoria na serra Dona Francisca

Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

Os trechos considerados mais críticos da Serra Dona Francisca na SC-418, entre Joinville e Campo Alegre, devem passar por uma transformação já nos próximos dias. Trata-se de medidas anunciadas pelo Departamento de Infraestrutura (Deinfra) para reforçar os atuais dispositivos de segurança presentes na rodovia.

O superintendente do órgão na região, Ademir Machado, diz já ter R$ 70 mil liberados para as primeiras melhorias. O Deinfra ainda aguarda a liberação de mais R$ 80 mil para dar sequência a outras providências emergenciais. De imediato, novos tachões (olhos de gato) e tachinhas (tartarugas) serão instalados em partes do percurso.

Elas serão posicionadas no meio e nas laterais da pista. Nas curvas da serra, trecho que exige maior atenção dos motoristas e foi cenário do acidente com o ônibus de turismo paranaense no sábado, quando 51 pessoas morreram, a intenção é implantar apenas as tachinhas (tachões poderiam representar um risco), numa distância de apenas um metro uma da outra.

VÍDEO: Confira o depoimento dos primeiros a chegar no local do acidente
VÍDEO: Veja como foi o resgate das vítimas

Também nos próximos dias, o Deinfra pretende reforçar a chamada sinalização vertical por meio da reposição e instalação de novas placas nos trechos de maior atenção.

Há intenção de se instalar sequências de placas em contagem regressiva antes das curvas, além de reforçar os trabalhos de roçada e pintura. Guardrails danificados também serão substituídos.

_ A serra virou prioridade do governo do Estado. Os últimos acontecimentos vieram a reforçar uma necessidade que já existia por maiores investimentos. O Estado está sensível ao que precisa ser feito _ diz o superintendente Ademir Machado.

No começo da tarde de ontem, o superintendente percorreu trechos da serra acompanhado do gerente de manutenção do Deinfra na Capital, Maurício Coelho Mafra, e do técnico em sinalização Maurício Serafim, para avaliar em detalhes as demandas da rodovia. A primeira parada foi a curva onde o ônibus da empresa Costa & Mar despencou.

Leia mais 
Vítimas iam para evento religioso em Guaratuba
Familiares chegam a Joinville para identificação de corpos


 

A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história