Com dificuldades, Figueirense vence o Metropolitano e encaminha vaga na final Cristiano Estrela/Agencia RBS

Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

Com apenas 19 anos, o atacante Clayton deixou de ser o talismã alvinegro para virar o homem-decisão do Figueirense. O jogador das categorias de base do Alvinegro não titubeou ao cobrar com qualidade o pênalti que deu a vitória por 1 a 0 sobre o Metropolitano. Alguns jogadores poderiam tremer, afinal o lance aconteceu aos 43 minutos do segundo tempo. O lance deu emoção a um jogo marcado pela falta de criatividade e poucas chances de gol.

::: Veja como foi o minuto a minuto da partida
::: Thiago Heleno e Paulo Roberto desfalcam o Figueira contra o JEC
::: Miguel Livramento: "Primeira decisão do Catarinense será no domingo"
::: Roberto Alves: Figueirense sofreu mais o que o necessário para vencer
::: Confira a tabela de classificação do Hexagonal

O triunfo praticamente classifica o Figueirense para a decisão, agora o time precisa apenas de um empate com o líder Joinville para garantir a vaga. Mas o Furacão quer mais, quer a liderança do Hexagonal Semifinal para ter a vantagem de decidir em casa mais uma vez o título do Campeonato Catarinense.

Além da vitória, o Figueirense chegou ao 12º jogo sem derrotas, uma marca que o time não conquista desde 2011, quando ficou sem perder 14 partidas na Série A do Brasileirão.

O zagueiro do Metrô Elton poderia ter sido o herói da partida, ele teve a chance de abrir o placar ainda no primeiro tempo quando cabeceou uma bola na trave. Essa foi a melhor chance do time de Blumenau. O vilão da partida foi Alexandre Carvalho que ao colocar o braço na bola dentro da área e deu a chance do Alvinegro vencer.

::: Leia mais notícias do Figueirense
::: Outras informações do Campeonato Catarinense

A vitória sofrida fez a torcida do Figueirense deixar o Estádio Orlando Scarpelli cantando. Na reta final do Campeonato Catarinense o clube volta a criar uma relação importante com seu torcedor, que esteve em pequeno número no estádio mas é fiel.

A emoção é uma parte importante no trabalho de Argel Fucks. É assim foi contra o Metropolitano. A partida estava devagar até aos 25 minutos do segundo tempo quando o zagueiro Thiago Heleno evitou um contra-ataque e foi expulso. Era a chance do Metropolitano crescer na partida, mas preferiu se resguardar. Assim, o Figueirense cresceu empurrado pelos alvinegros. A pressão finalmente resultou em gol com o pênalti marcado pelo árbitro Evandro Tiago Bender, que não teve dúvidas no lance.

— Vamos para lá para jogar de igual para igual, um jogo que todo mundo quer jogar. Temos que ganhar — analisou o capitão Marquinhos.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE (1)
Alex Muralha; Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno, Roberto Cereceda; Paulo Roberto, Dener (Fabinho), Yago, Ricardinho (Carlos Henrique); Clayton e Mazola (Nirley)
Técnico: Argel Fucks

METROPOLITANO (0)
Maurício; Carlos Alberto (Marcos Vilela), Alexandre Carvalho, Elton, Juninho; Neris, Rodney, José Lucas, Lauro Cesar (André Lima); Trípodi (Patrick) e Negueba
Técnico: Pingo

Gol: Clayton (F), aos 43 minutos do 2º tempo
Cartões amarelos: Paulo Roberto e Clayton (F); Neris, Marco Vilela e Lauro Cesar (M)
Cartão vermelho
: Thiago Heleno (F)

Arbitragem: Evandro Tiago Bender, auxiliado por Eli Alves e Clair Dapper
Local: Estádio Orlando Scarpelli

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história