Tempestade com ventos de 84 km/h causa estragos na região Oeste de SC Rádio Atual FM 103.5/Divulgação

Ventos passaram dos 84km/h na região

Foto: Rádio Atual FM 103.5 / Divulgação

Uma tempestade no início da tarde desta segunda-feira deixou um rastro de estragos pelo Oeste de Santa Catarina. A gerência da Defesa Civil confirma que um tornado passou por Xanxerê nesta tarde com ventos passaram de 84km/h. Meteorologistas chegaram a cogitar a possibilidade de uma micro-explosão, porém o tornado foi confirmado na noite desta segunda-feira.

Até o momento duas mortes foram confirmadas pelo Corpo de Bombeiros de Xanxerê, e pelo menos 60 pessoas feridas. Duas crianças sofreram múltiplos ferimentos e foram encaminhas para Chapecó em estado grave. Cerca de 1 mil pessoas estão desabrigadas, de acordo com a Defesa Civil.  

::: Tempestade deixa 191 mil unidades consumidoras sem luz
::: Infográfico: Entenda a formação do tornado de Xanxerê

— Há a informação de óbitos na região, mas estamos com problemas na comunicação por internet e telefone o que dificulta nossa ação — comentou o comandante do Corpo de Bombeiros de Xanxerê, Walter Parizotto.

Veja o vídeo do repórter e locutor do portal Tudo sobre Xanxerê, Flávio Carvalho.

Em Xanxerê os bairros de Tacca e dos Esportes foram os mais afetados pelo vendaval. Os bairros Colatto, São Jorge, Bortolon, Pinheiro e Vila União também foram atingidos. Dados preliminares do coordenador regional da Defesa Civil, Luciano Peri, apontam que 500 casas foram atingidas. Já os Bombeiros de Xanxerê falam que entre 30 e 40% das casas do município foram atingidas. Os ventos fortes também desabaram o Ginásio Municipal Ivo Sguissardi, o principal da região.

Segundo informações da Rádio Super Difusora Xanxerê, feridos chegam a todo momento ao Hospital Regional São Paulo, que inclusive recruta ajuda de voluntários para auxiliar no atendimento.

Além da ajuda, autoridades pedem doações de água, comida, colchões e agasalhos para os afetados pela tempestade, que devem ser entregues ao Corpo de Bombeiros de Xanxerê. As pessoas que tiveram as casas destruídas estão sendo encaminhadas para a escola Pequeno Príncipe.

::: "Escorei os pés no balcão e escorei a porta com as costas", relata morador
::: Moradores relatam destruição pela cidade após tempestade


Três viaturas do Corpo de Bombeiros de Chapecó se deslocaram para a cidade para auxiliar nas ocorrências.

Confira as imagens de satélite disponibilizadas pela Epagri/Ciram que representam a movimentação das nuvens nas últimas quatro horas em Santa Catarina. Os pontos em rosa são as nuvens de maior altitude, geralmente associadas às tempestades.

*Com informações do repórter Darci Debona.

DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história