PF deflagra operação para prender quadrilha suspeita de roubos a caixas eletrônicos em Balneário Camboriú e região Lucas Correia/Especial

Mandados de busca e apreensão e de prisão foram cumpridos na manhã desta sexta-feira

Foto: Lucas Correia / Especial

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira a Operação Dinamite em Balneário Camboriú, Itajaí e Camboriú. A ação tem o objetivo de prender integrantes de uma quadrilha especializada em roubos a caixas eletrônicos na região. Os policiais cumprem sete mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão nas três cidades. Durante uma das ações houve confronto com a Polícia Militar, um dos suspeitos foi baleado e morto.

A PF informou que a investigação começou a partir da explosão de caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal em Balneário Camboriú, no dia 1º de março deste ano. Na época, a quadrilha chegou a retirar pessoas dos veículos para que ficassem deitadas na rua impedindo a passagem das viaturas policiais. Na fuga, os criminosos ainda trocaram tiros com a Polícia Militar.

Um dos suspeitos é um homem de 30 anos, que seria o mentor da organização e está foragido do sistema prisional paranaense. Conforme a PF, o homem possui quatro mandados de prisão expedidos e estaria envolvido com sequestros de gerentes de bancos durante assaltos a agências do interior do Paraná e de Santa Catarina. A polícia teria identificado ainda outros integrantes da quadrilha que participaram das ações.

Integram a Operação Dinamite cerca de 30 policiais federais, 40 policiais militares, além de agentes da Divisão de Investigações Criminais (DIC) e Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil.

Grupo suspeito de arrombar 12 caixas é preso no Sul do Estado

Cinco homens foram presos por volta da 1h30min desta quinta-feira enquanto tentavam arrombar um caixa eletrônico do Banco do Brasil em Ermo, no Sul do Estado. O grupo era investigado há 45 dias, suspeito de ter arrombado pelo menos 12 caixas eletrônicos em cidades de Santa Catarina como Siderópolis, Nova Veneza, Treviso, Pedras Grandes e Meleiro.

O bando foi surpreendido quando chegava em um carro roubado para arrombar a agência no Centro de Ermo, e houve troca de tiros. Quatro suspeitos ficaram feridos e foram encaminhados ao Hospital Regional de Araranguá. Com o grupo foram apreendidos dois coletes balísticos, uma espingarda, uma pistola, três revólveres, explosivos, e um rádio que para acompanhar a comunicação policial. Os suspeitos seriam naturais de Criciúma e conhecidos dos policiais.

O SOL DIÁRIO
 Veja também
 
 Comente essa história