Acumulados de chuva em cidades do Oeste ultrapassam previsto para mês de julho inteiro Rodrigo Gauze/Arquivo Pessoal

Foto: Rodrigo Gauze / Arquivo Pessoal

Os temporais que atingiram Santa Catarina nesta terça-feira deixaram pelo 45 cidades e 2 mil pessoas afetadas. O motivo de tanta destruição é que em menos de 24 horas, várias cidades de do Estado tiveram um acumulado de chuva maior do que o esperado para o mês inteiro de julho.

Duas pessoas morrem e 45 cidades afetadas pelas chuvas
Defesa Civil pede que doações às vítimas sejam seguradas

Maravilha, no Extremo-Oeste, por exemplo, sofreu com 203 mm de chuva até as 18h desta terça-feira. Para os trinta dias do mês eram previstos 130mm. Chapecó, que tinha 110mm previstos, teve uma chuva com acumulado superior a 170mm.

VÍDEO: Família é resgatada de topo de árvore em Saudades, no Oeste

Outras três cidades apresentaram acumulado acima de 150mm desde a madrugada de segunda-feira até as 18h desta terça. Confira algumas cidades:

Chuvas diminuem e vão em direção ao Leste de SC

Maravilha 203 mm
Chapecó: 176 mm
Seara 165 mm
São Miguel do Oeste 160 mm
Concórdia 157 mm
Xaxim 152 mm
Itá 147 mm
Capinzal 139 mm
Lindóia do Sul 130 mm
São José do Cedro 124 mm
Irani 120 mm
Palmitos 113 mm
Xanxerê 109 mm
Águas de Chapecó e Ponte Serrada: 106 mm
Galvão 102 mm 

Chuva também de raios

Durante o temporal desta madrugada e manhã, as cidades do Oeste e Serra sofreram também com constantes descargas elétricas. Em São Joaquim, um jovem de 19 anos morreu por causa de um raio às 7h30min desta terça.

De acordo com dados do Rede Nacional de Detecção de Descargas Elétricas (Rindat), as cidades que mais apresentaram a incidência do fenômeno foram Chapecó, com 1.239 descargas elétricas, Guaraciba, com 631, e Concórdia, com 580.

Celesc recomenda retirar aparelhos eletrônicos das tomadas durante raios

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história