Bancada de Santa Catarina vota a favor da redução da maioridade penal Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

A proposta de redução da maioridade penal de 18 para 16 anos em casos de crimes considerados graves foi rejeitada pelo Congresso na madrugada desta quarta-feira. Se dependesse apenas da bancada catarinense, porém, o projeto teria sido aprovado com folga. Dos 16 representantes de Santa Catarina na Câmara dos Deputados, 12 votaram a favor do polêmico projeto.

O curioso é que não houve sequer consenso entre os partidos — caso do PMDB, que teve entre os catarinenses cinco votos a favor e apenas um contrário, de Celso Maldaner.

Leia mais notícias de Itajaí e região no blog Guarda-Sol

A votação no Congresso foi acirrada. No total, 303 deputados votaram a favor da redução — só cinco menos do que o necessário para a aprovação. A PEC recebeu 184 votos contra e 3 abstenções.

Nesta quarta-feira poderá ser votada a PEC original, na qual a redução da idade penal ocorreria para todos os crimes, e não apenas em casos de delitos graves ou hediondos, como previa a proposta que foi rechaçada pela Câmara.

Confira como votaram os deputados de Santa Catarina:

CONTRA

Celso Maldaner (PMDB)
Carmen Zanotto (PPS)
Decio Lima (PT)
Pedro Uczai (PT)

A FAVOR

Edinho Bez (PMDB)
Ronaldo Benedet (PMDB)
Valdir Colatto (PMDB)
Mauro Mariani (PMDB)
Rogério Peninha Mendonça (PMDB)
Jorge Boeira (PP)
Espiridião Amin (PP)
Jorginho Mello (PR)
Cesar Souza (PSD)
João Rodrigues (PSD)
Geovania de Sá (PSDB)
Marco Tebaldi (PSDB)

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história