Cidades do Oeste e Meio-Oeste de Santa Catarina sofrem com efeitos das chuvas Daisy Trombetta/Agencia RBS

Chuva alagou bairros em Concórdia

Foto: Daisy Trombetta / Agencia RBS

Cidades do Oeste e Meio Oeste de Santa Catarina vêm sofrendo com as condições adversas do tempo nesta terça-feira. De acordo com a Defesa Civil, 22 municípios foram afetados por chuva e vendaval e outras sete cidades sofrem com efeitos de mau tempo desde sexta-feira. Duas pessoas morreram e decorrência das condições climáticas. Um jovem de 19 anos em São Joaquim e uma mulher de 32 anos em Coronel Freitas.

Jovem de 19 morre atingido por descarga elétrica

Estragos

Em Joaçaba, o vendaval da noite de segunda-feira atingiu 30 famílias e uma igreja. Um pavilhão da empresa Hisa Weg foi parcialmente destruído. De acordo com o meteorologia Leandro Puchalski, o fenômeno que ocasionou o estrago chama-se micro-explosão e tem poder de destruição semelhante a um tornado.

Confira o relato:


Em Concórdia, de acordo com o Corpo de Bombeiros Voluntários, o rio transbordou a barragem de contenção e as principais ruas do centro da cidade ficaram alagadas. Cerca de 10 famílias e alunos de uma escola do bairro foram levados para o Centro de Referência de Assistência Social.

"Mesmo se as chuvas diminuírem, a situação é preocupante", diz Defesa Civil

Em Coronel Freitas, 50 casas e estabelecimentos comerciais foram atingidos. A água chegou a arrastar uma casa pelas ruas. Até as 16h15min havia 1.659 casas sem energia elétrica. De acordo com o governador Raimundo Colombo, uma mulher desapareceu na cidade em decorrência das chuvas.


Chapecó registrou sete pontos de alagamento, segundo a Defesa Civil. O bairro São Pedro é um dos mais atingidos, inclusive com algumas pessoas desalojadas.

Em Maravilha, 300 famílias foram desalojadas e encaminhadas para abrigos. Em Lages, os abrigos estão preparados para receber pessoas que precisaram deixar suas casas. 

Chuvas diminuem de volume e se deslocam para o Leste

Aulas suspensas

A prefeitura de Chapecó suspendeu as aulas nas escolas da rede municipal por tempo indeterminado. O secretário regional, Américo do Nascimento Júnior, também cancelou das aulas nas escolas da rede pública estadual.

A Secretaria Regional de Lages decidiu suspender as aulas desta terça-feira e da quarta-feira de manhã nas escolas da rede estadual dos seguintes municípios: Anita Garibaldi, Bocaina do Sul, Campo Belo do Sul, Capão Alto, Cerro Negro, Correia Pinto, Lages, Otacílio Costa, Painel, Palmeira, Ponte Alta e São José do Cerrito.



Abastecimento de água

A cidade de Maravilha é uma das mais afetadas por problemas de abastecimento em decorrência das chuvas, segundo a Casan. A produção na Estação de Tratamento de Água (ETA) está interrompida desde 3h da madrugada desta terça-feira, sem previsão para normalização do abastecimento.

Em Concórdia, duas captações de água da Casan (Rio Suruvi e Rio Jacutinga ) estão interrompidas pela falta de energia, comprometendo o abastecimento na região. Não há previsão para o retorno do abastecimento e a situação na cidade é crítica.

Em Pinhalzinho, o abastecimento na cidade está interrompido desde as 20h de segunda-feira, sem previsão de restabelecimento, pois as bombas de captação estão alagadas.

Seara e São Miguel do Oeste também apresentaram problemas de abastecimento.

Estradas

Duas rodovias ficaram interrompidas sem previsão de liberação. A BR-282, no km 540 em Nova Itaberaba devido a queda de barreira e árvores na pista. E a SC-465, no km 15, em Macieira.

Previsão

Segundo o meteorologista Leandro Puchalski, a chuva mais forte que atingiu o Oeste e a Serra está se encaminhando para o Leste do Estado. Para quarta-feira, o Sul de Santa Catarina tem a previsão de receber um acumulado de chuva maior.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história