Um deputado de SC muda o voto pela redução da maioridade penal. Saiba como todos votaram Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados

Durante a segunda votação para a redução da maioridade penal, 15 dos 16 deputados da bancada catarinense mantiveram seus votos. Apenas Celso Maldaner (PMDB) mudou sua posição. De contrário em um primeiro momento, o deputado votou a favor na madrugada desta quarta-feira.

DC explica: entenda as diferenças das duas propostas

A atitude foi seguida por outros 20 deputados (19 que votaram contra em um primeiro momento e uma abstenção). A proposta de emenda à Constituição (PEC) precisava de 308 votos favoráveis para ser levada ao Senado e recebeu 323. Também foram registrados 155 votos contrários e duas abstenções.

Na nova proposta, os crimes de tráfico de drogas e roubo qualificado não entram na categoria que diminuiria a maioridade penal. Somente crimes hediondos com estupro e homicídio doloso poderiam fazer adolescentes de 16 e 17 anos serem julgados como adultos.

Contra a redução da maioridade penal:

Carmem Zanotto (PPS)
Décio Lima (PT)
Pedro Uczai (PT)

A favor da redução da maioridade penal:

Celso Maldaner (PMDB)
César Souza (PSD)
Edinho Bez (PMDB)
Esperidião Amim (PP)
Geovânia de Sá (PSDB)
Jorge Boeira (PP)
Jorginho Mello (PR)
João Rodrigues (PSD)
Marco Tebaldi (PSDB)
Mauro Mariani (PMDB)
Rogério Peninha Mendonça (PMDB)
Ronaldo Benedet (PMDB)
Valdir Colatto (PMDB)

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história