As obras do Contorno Viário da Grande Florianópolis, que prometem desafogar o intenso fluxo de veículos no perímetro urbano, agora têm data para conclusão. De acordo com o cronograma divulgado nesta quinta-feira pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), os trechos estarão totalmente finalizados no dia 31 de agosto de 2018.

Fórum parlamentar e ANTT mantêm traçado original do contorno
Obras do Contorno Viário avançam para o segundo dos três lotes
Leia todas as notícias sobre o Contorno Viário

Em julho, foi realizada uma reunião em Brasília para finalizar o impasse sobre a decisão do traçado – o trecho sul, em Palhoça. A partir dali, a ANTT e a Autopista Litoral Sul, responsável por administrar a rodovia, tinham 30 dias para aprovar o novo cronograma.



Comunidade pediu mudança

A pedido da comunidade, visando evitar o corte de uma área que abriga 143 propriedades, até junho foi discutida uma mudança no traçado dos três quilômetros restantes. Em vez do contorno seguir até a BR-101, a pista continuaria pela BR-282. Mas dirigentes e entidades, reunidos com a ANTT, decidiram não alterar, para evitar novos atrasos.

– O impasse está em Palhoça, as indenizações são outro problema. Até agora não fizeram nada, apenas movimentação de terra, nada de obras de impacto. As obras de arte ainda nem começaram. Temos que destravar isso – afirma o coordenador de mobilidade urbana do Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento Sustentável da Grande Florianópolis, Adriano Ribeiro, defendendo a aceleração do trabalho.

O gerente da Autopista Litoral Sul, Marcos Guedes, diz que as licenças para execução do trecho estão sendo encaminhadas e explica que a empresa começou as obras em três diferentes frentes, nas regiões de São José e Biguaçu.

Em maio de 2014 os trabalhos começaram pelo trecho intermediário, em São José. Em abril deste ano, outra etapa começou no km 177, em Biguaçu, e segue até a BR-282, em Palhoça. O contorno deve passar por cima da BR-282 e seguir até o quilômetro 220, na BR-101, onde era o antigo pedágio.
DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história