Dilma se reúne com ministros em Brasília para discutir cortes de gastos EVARISTO SA/AFP

Foto: EVARISTO SA / AFP

A presidente Dilma Rousseff se reuniu com ministros da área econômica, no Palácio da Alvorada, neste domingo à tarde, para discutir cortes de gastos e medidas para reduzir o déficit primário de R$ 30,5 bilhões previsto no Orçamento de 2016. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, chegou por volta das 15h30min e deixou a residência oficial por volta das 18h. Além dele, os ministros Nelson Barbosa (Planejamento) e Aloizio Mercadante (Casa Civil) e os secretários Jorge Rachid (Receita Federal), Marcelo Saintive (Tesouro Nacional) e Tarcísio Godoy (secretário-executivo do Ministério da Fazenda) também participaram do encontro – ninguém falou com a imprensa.

Marta Sfredo: Planalto em modo emergência

A expectativa é a de que sejam efetuados cortes de entre R$ 20 bilhões e R$ 25 bilhões no orçamento de 2016, que tem uma previsão de déficit de R$ 30,5 bilhões.

A presidente passou o final de semana em reuniões com seus ministros para discutir cortes no orçamento e medidas que possam reduzir a previsão de déficit orçamentário para 2016. 
No sábado pela manhã, ela reuniu-se com a Junta Orçamentária, formada pelos ministros Barbosa, Levy, e da Casa Civil, Aloizio Mercadante. À tarde, ela convocou outros 10 ministros para apresentar diretrizes para cortes nos gastos dos ministérios.

A expectativa é que o governo anuncie logo no início da semana as primeiras medidas em resposta ao Congresso, que disse que só discutirá aumento de impostos depois que o Executivo promover um ajuste nas despesas, e também para evitar que outras agências de classificação de risco sigam a decisão da Standard & Poor's, de rebaixar a nota brasileira.

Entenda as consequências do rebaixamento da nota do Brasil
Marta Sfredo: sócio provisório do clube da elite

*Com informações da Agência Brasil

 Veja também
 
 Comente essa história