Dólar registra alta de 3,37% e fecha em R$ 4,10 nesta segunda-feira Jefferson Botega/Agencia RBS

Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS

Depois de ficar abaixo da marca de R$ 4, o dólar subiu 3,37% e fechou em R$ 4,10 nesta segunda-feira. A moeda norte-americana apresentou oscilação ao longo do dia e chegou a cair para R$ 3,99 durante a manhã, mas voltou a operar em alta à tarde.

Na semana passada, o dólar registrou recordes seguidos e bateu a cotação de R$ 4,25. No entanto, na sexta-feira, fechou em R$ 3,97 — queda influenciada pelo movimento do Banco Central para conter o avanço em relação ao real.  

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em queda nesta segunda-feira, com o principal indicador, o Ibovespa, recuando 1,95%. Entre os motivos estão quedas nas ações da Vale, Petrobras e bancos. A baixa no preço das commodities e bolsas do exterior também influenciaram.

Veja a cotação nesta segunda-feira:

— 9h09min - R$ 4,0019

— 9h30min - R$ 4,0006

— 10h - R$ 3,9942

— 10h30min - R$ 4,0032

— 11h - R$ 4,0226

— 11h30min - R$ 4,0358

— 12h - R$ 4,0279

— 12h30min - R$ 4,0202

— 13h25min - R$ 4,0032

— 14h10min - R$ 4,0308

— 14h45min - R$ 4,0272

— 15h15min - R$ 4,0410

— 16h20min - R$ 4,0610

— 16h59min - R$ 4,1095

Marta Sfredo: alta do dólar é o novo risco para indústria
Entenda a carta na manga do governo para conter alta do dólar

Depois da reunião do G4, grupo que reúne Brasil, Índia, Alemanha e Japão, realizada no último sábado, em Nova York, a presidente Dilma Rousseff disse que a alta do dólar preocupa, porque, segundo ela, existem empresas brasileiras com dívidas em moeda norte-americana. Entretanto, ressaltou que o país tem reservas suficientes para lidar com as oscilações do dólar:

— O Brasil hoje tem reservas suficientes para que não tenhamos nenhum problema, nenhuma disruptura por conta do dólar — afirmou a presidente.

Leia as últimas notícias

 Veja também
 
 Comente essa história