A Justiça da comarca de Concórdia, no Oeste de SC, condenou um homem a 150 anos e seis meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, por receptação e adulteração de veículos. A sentença foi proferida na sexta-feira pelo juiz Kledson Gewehr.

Leia mais sobre polícia e segurança em SC

Dilmar Sgarbossa, conhecido na região como "Bicheirinho", era proprietário de um ferro-velho na cidade. Ele foi preso em 2007 em uma operação envolvendo Ministério Público, Polícia Militar e Civil.

Delegado responsável pela operação confirmou, na época, que Sgarbossa era um dos principais suspeitos de envolvimento no esquema de venda de carros roubados em Concórdia.

O suspeito foi condenado 27 vezes por adulteração de veículos, e 16 por receptação qualificada. De acordo com a decisão do juiz Gewehr, a quantidade de irregularidades encontradas torna evidente que "ele fazia das atividades ilícitas seu meio de vida".

O texto também afirma que Sgarbossa tornou-se "personagem carimbada no meio policial e judicial desta Comarca" por conta da frequência dos delitos cometidos.

Veículos serão devolvidos ou destruídos

De acordo com a Justiça, ao menos 33 veículos foram ou estão sendo devolvidos aos proprietários originais ou, por estarem adulterados demais para se identificar a procedência ou voltarem a circular, serão destruídos.

Peças cuja procedência não foi identificada, mas estão em boas condições de uso, como motores e caixas de câmbio, devem ser reutilizadas pela União.

Pela decisão, Sgarbossa deverá ainda pagar o equivalente a 430 dias-multa – cada um no valor de 1/30 do salário mínimo vigente da época dos delitos –, e arcar com os curtos do processo judicial.

O mandado de prisão foi cumprido na sexta e Sgarbossa foi encaminhado ao Presídio Regional de Concórdia, onde precisará cumprir ao menos 1/6 da pena para pedir progressão de regime. 

A defesa ainda pode recorrer da decisão. Os advogados citados no processo judicial foram procurados pelo Diário Catarinense neste domingo para falar sobre o caso, mas não foram localizados.

Leia mais:
Três são presos após arrombamento em banco na UFSC
Dupla é presa na Serra de SC por vender "poções mágicas"
Duas pessoas são mortas a tiros no Norte do Estado

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história