Funcionários da Celesc paralisam serviços nesta quinta-feira em Joinville Claudia Baartsch/Especial

As negociações sobre a reposição salarial junto à companhia elétrica ocorrem nesta quinta-feira a tarde, às 14 horas

Foto: Claudia Baartsch / Especial

Cerca de 90% dos funcionários da Celesc em Joinville pararam os serviços nesta quinta-feira. Eles reivindicam aumento de remuneração e de benefícios. As negociações sobre a reposição salarial junto à companhia elétrica ocorrem nesta quinta-feira a tarde, às 14 horas, com os representantes da categoria e com a diretoria da empresa em Florianópolis.

:: Leia mais matérias sobre Economia 

De acordo com o presidente do Sindinorte, Dirceu Simas, os serviços serão interrompidos somente durante esta quinta-feira. Mas uma assembleia está agendada para o dia 15 de setembro e existe a possibilidade da categoria optar pela greve por tempo indeterminado, a partir do dia 21.

- Nesta inflação de 9 a 10%, a empresa oferecer reajuste zero é um absurdo! Estamos abertos a negociações. - enfatiza Simas.

 

CONTRAPONTO

A Celesc recomenda aos clientes que evitem deslocar-se até suas lojas de atendimento nesta quinta-feira. As lojas de atendimento aos consumidores da Celesc estarão, parcial ou totalmente, fechadas ao público. Por isso, a empresa recomenda a seus clientes que evitem deslocar-se até esses locais, pelo risco de ficarem sem o devido serviço. Se necessário, a melhor alternativa será o atendimento virtual, pelo fone 0800 48 0120; ou pelo site.

"A empresa respeita e reconhece o direito de livre manifestação dos empregados. Da mesma forma, fazendo todos os esforços por uma breve resolução, a empresa solicita aos trabalhadores que mantenham ativos os serviços de urgência. E, em consideração aos consumidores, faz este alerta e agradece pela compreensão” se pronunciou a empresa, em nota.

A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história