Maratona de desenvolvimento de games e aplicativos vai até domingo em Florianópolis Divulgação/Vertical Games

Foto: Divulgação / Vertical Games

Na noite desta sexta-feira começa uma maratona de 41 horas de desenvolvimento de games e aplicativos para equipes de 3 a 5 componentes, especialmente universitários, que serão julgados por empresários, gestores de fundos e investidores do ramo. O evento é promovido pela Vertical Games da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) e quer estimular a criatividade de jovens desenvolvedores na primeira edição do HackaJam, que vai de 25 a 27 de setembro, em Florianópolis.

Facebook está desenvolvendo o botão "dislike"

Os vencedores do desafio ganham o empurrão inicial para esse talento que pode se tornar um futuro negócio. Entre os prêmios estão licenças de software de programação, bolsa de estudos na área de jogos, coaching de carreira, mentorias do Sebrae e de empresas de Games consolidadas no mercado.

— Ele tem como objetivo algo além do desenvolvimento de software, a identificação de talentos e a aproximação desses jovens das empresas de tecnologia e de potenciais investidores para novos negócios — garante Dennis Kerr Coelho, diretor da Vertical Games da Acate.

A distribuição dos prêmios entre os vencedores seguirá o perfil das duas maratonas que o HackaJam irá mobilizar em paralelo. A primeira é a Game Jam, competição em que as equipes são desafiadas a desenvolver um jogo em um curto espaço de tempo, seguindo um tema pré-determinado.

Prefeitura de Florianópolis lança oficialmente o projeto do Centro Sapiens

A segunda maratona é a Hackathon, do inglês, a combinação de “hack”, programar de forma excepcional, e “marathon”, maratona. O objetivo é desenvolver um aplicativo mobile, web ou desktop que também compete em um torneio à parte.

Os games produzidos no HackaJam serão avaliados pelos jurados de acordo com critérios como direção de arte, de áudio, compatibilidade com diferentes sistemas operacionais, inovação e mecanismos para monetização do jogo, incluindo o potencial como modelo de negócio.

Nos aplicativos, será avaliado o potencial de uso, de negócio, acabamento e apresentação do projeto aos jurados. Todas as produções deverão ser inéditas.

O evento começa na sexta feira, dia 25, às 20h, com palestras e o lançamento dos temas para os games e aplicativos. Os desenvolvedores terão até as 15h de domingo para finalizarem suas ideias e os protótipos.



Sobre a Vertical Games ACATE

A Vertical Games da ACATE concentra 17 empresas desenvolvedoras de jogos em Santa Catarina, a maioria na região da Grande Florianópolis. Elas atuam principalmente na produção de jogos para as mais diversas plataformas, como celulares e internet, e 50% do faturamento advém das exportações. O mercado de games em Santa Catarina gera cerca de 200 empregos diretos para programadores de jogos, artistas, game designers, audiodesigners e produtores.

Tire sua ideia do papel: Sinapse da Inovação está com inscrições abertas

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história