No Dia Mundial de Limpeza de Praias e Rios, movimento "Areia Limpa" realiza mutirão na Praia Mole, em Floripa Guto Kuerten/Agência RBS

Vista da Praia Mole, em Florianópolis

Foto: Guto Kuerten / Agência RBS

Depois da Galheta e do Moçambique, o movimento Areia Limpa vai realizar mutirão na Praia Mole, em Florianópolis. A ação ocorre no domingo, 20 de setembro, que é o Dia Mundial da Limpeza de Praias e Rios (Clean Up Day). Até a manhã desta sexta-feira, cerca de 770 pessoas já haviam confirmado presença. Grupos serão divididos para recolher detritos em trilhas e na faixa de areia. O material para coleta será distribuído pela organização.

— Queremos juntar nossas forças em função da cultura de preservação ambiental, mantendo a limpeza de nossas areias e trilhas — explica o surfista Junior dos Santos, um dos organizadores do evento.

A ação está marcada para ocorrer entre 14h e 17h. O ponto de encontro será no Tropical Bar, que fica na entrada da Praia Mole.

— Traga sua família e amigos, monte a sua equipe campeã — convoca Junior dos Santos.

Blog do Puchalski: saiba como fica o tempo no fim de semana

Quer mais detalhes do movimento? Acesse AQUI o evento no Facebook!

Belos registros do amanhecer na Praia Mole
Praia Mole, em Florianópolis

Praia Mole, em Florianópolis
Fotos: Guto Kuerten / Agência RBS

Serviço:

O que
: Movimento Areia Limpa.
Horário: atividade começa às 14h e segue até por volta de 17h.
Onde: encontro no Tropical Bar, na Praia Mole.

Aqui vai uma bela canção para inspirar os participantes:

(Jack Johnson & Ben Harper - With My Own Two Hands)

Vale destacar que quando o assunto é preservação do meio-ambiente na Ilha da Magia o engajamento costuma ser grande. A primeira edição do Movimento Areia Limpa ocorreu em maio na Praia da Galheta, em Florianópolis.

— A ideia cresceu muito desde que a jogamos na internet. Diversas pessoas de fora vieram pedir informações sobre o trabalho, querendo saber como colaborar e incentivar. O plano agora é repetir a ação nos lugares mais urgentes — disse na época o organizador.

Na primeira edição do movimento até os animais participaram:

Foto: Victória Corrêa Tavares / Arquivo pessoal

Leia as últimas notícias do Diário Catarinense

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história