Presidente da Fiesc ressalta legado do industrial Eggon João da Silva Divulgação Weg/flickr.com

Eggon da Silva faleceu na madrugada deste domingo em Jaraguá do Sul

Foto: Divulgação Weg / flickr.com

A morte de Eggon João da Silva, um dos fundadores da Weg de Jaraguá do Sul repercutiu no meio industrial. Em nota, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Glauco José Côrte, se manifestou, destacando que ao lado de Werner Voigt e Geraldo Werninghaus, "Eggon escreveu uma das mais bonitas e vitoriosas páginas da história das indústrias catarinense e brasileira":

“Ele personifica o exemplo do que é possível construir com trabalho árduo, perseverança, empreendedorismo, ousadia e muita competência”, reforçou o presidente da entidante, lembrando que o empresário foi agraciado com as Ordens do Mérito Industrial da Fiesc e da CNI, os mais importantes reconhecimentos da indústria estadual e nacional.

Governador Raimundo Colombo lamenta morte de Eggon da Silva
Confira como é a fábrica da Weg
Saiba as razões de sucesso da gigante em motores elétricos

“Eggon foi um dos pioneiros no que depois viria a se chamar de gestão profissional. Sua visão diferenciada foi fundamental para erguer uma multinacional que acaba de ser eleita, com toda justiça, a empresa do ano da revista Exame. Mas, mais do que um dos maiores ícones da indústria do País, ele também entra para a história como uma referência na valorização das pessoas e de engajamento nas questões sociais e comunitárias”, afirmou Côrte.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história