Os trabalhadores da Celesc anunciaram a paralisação dos serviços nesta quinta-feira, dia 10 de setembro, por conta das negociações de reposição salarial junto à companhia elétrica. Em nota, a Intersindical dos Eletricitários de Santa Catarina (Intercel) afirmou que a proposta de reajuste apresentado pela companhia é “inconcebível” por não conter aumento de remuneração e de benefícios.

Mais notícias sobre Celesc

A entidade ressalta que os serviços serão interrompidos somente durante um dia. Mas informa que em assembleia agendada para o 15 de setembro existe a possibilidade da categoria optar pela greve, que começaria no dia 21.

“Mantendo a responsabilidade com a população, os serviços essenciais estarão mantidos durante a paralisação”, informou o sindicato.

As lojas de atendimento ao consumidor estarão fechadas total ou parcialmente. A Celesc recomenda que os clientes não se desloquem até o local e que, se necessário, optem pelo atendimento virtual pelo telefone 0800 48 0120 ou pelo site www.celesc.com.br.

“A Celesc respeita e reconhece o direito de livre manifestação dos empregados. Da mesma forma, fazendo todos os esforços por uma breve resolução, a empresa solicita aos trabalhadores que mantenham ativos os serviços de urgência. E, em consideração aos consumidores, faz este alerta e agradece pela compreensão” se pronunciou a empresa, em nota.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história