A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC), concluiu as investigações sobre a morte do jovem Ivenok Ferreira dos Santos, 22 anos. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Bruno Effori, Santos foi vítima de asfixia por estrangulamento. Segundo informações da DIC, dois adolescentes de 15 e 16 anos confessaram a autoria do crime.

Os dois, que são primos, afirmaram em depoimento que a morte foi motivada por vingança. Eles teriam sido roubados e ameaçados pela vítima durante uma festa, que ocorreu na semana anterior ao homicídio. Apesar de ter passagem pela polícia por furto e tráfico de drogas, a dupla foi liberada após prestar depoimentos. Segundo o delegado, os mandados de busca e apreensão ainda não foram expedidos.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que os autores do crime não demonstraram arrependimento e ainda falaram que a partir de agora "matar outra pessoa será mais fácil".

Relembre o caso

O corpo de Ivenok Ferreira dos Santos foi encontrado por volta das 16h30min do dia 30 de setembro deste ano na Rua Luiz Eleodoro da Silva, bairro Ponta Aguda. Santos foi localizado já sem vida pelo irmão. A vítima teria saído de casa três dias antes do crime dizendo que iria visitar a mãe em Navegantes.
JORNAL DE SANTA CATARINA
 Veja também
 
 Comente essa história