Várias centenas de pessoas lembraram neste domingo as vítimas do trágico acidente rodoviário em Puisseguin (sudoeste da França) em uma cerimônia na cidade vizinha de Petit-Palais-et-Cornemps, de onde vinham muitas delas.

O acidente ocorreu na sexta-feira, quando um ônibus e um caminhão colidiram, provocando a morte de 43 pessoas - um balanço que ainda não é definitivo porque há dúvidas sobre o número exato de pessoas mortas no ônibus.

Para manifestar seu "imenso pesar", cerca de de 350 pessoas, incluindo familiares e amigos das vítimas, se reuniram na manhã deste domingo no centro de Petit-Palais, em frente à igreja da cidade.

O interior da igreja, onde continuou a cerimônia, era muito pequeno para acolher todo mundo.

Na tarde de domingo também estava prevista uma caminhada em homenagem às vítimas no centro de Petit-Palais-et-Cornemps, com habitantes do povoado e das cidades vizinhas.

O presidente francês, François Hollande, participará na próxima terça-feira de outra cerimônia de homenagem.

Este foi o acidente ferroviário mais mortífero desde 1982 na França, ano em que uma colisão entre dois ônibus deixou 53 mortos, entre eles 44 crianças, em uma estrada de Dijon (leste).

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história