O treino classificatório do Grande Prêmio dos Estados Unidos teve seu início adiado por conta das fortes chuvas que castigam neste sábado o circuito de Austin, no Texas, consequencia da passagem do furacão Patrícia.

O treino deveria ter começado às 13h00 locais (16h00 no horário de Brasília), mas já foi adiado cinco vezes, e não deve acontecer antes das 15h30 (18h00 de Brasília).

Na sexta-feira, o segundo treino livre precisou ser cancelado pro conta de um temporal, com risco de raios.

Na manhã de sábado, a chuva estava um pouco mais amena, e último treino livre pôde ser realizado.

O mais rápido foi o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, líder do campeonato, que pode conquistar seu terceiro título mundial neste domingo.

Para isso, precisa vencer a corrida e torcer para que Vettel não suba ao pódio. O tri também pode vir de forma antecipada com outras combinações de resultados.

Apesar das condições extremas, os pilotos não perderam o bom humor. O australiano Daniel Ricciardo e o russo Daniil Kvyat foram vistos literalmente dançando na chuva, sobre a pista, uma brincadeira em homenagem ao famoso musical.

Patrícia chegou a ser considerado o maior furacão da história, com ventos a mais de 300 km/h, mas foi rebaixado neste sábado para a condição de tempestade tropical.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história