Chuvas causam transtornos e alagamentos em Joinville  Rodrigo Philipps/Agencia RBS

Região central ficou alagada durante toda a manhã

Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

A forte chuva que começou na madrugada e seguiu até o início da tarde desta quinta-feira em Joinville causou transtornos em vários pontos da cidade. A estação de monitoramento central registrou 145 mm de precipitação desde as 3h30 até o meio-dia. De acordo com o meteorologista Leandro Puchalski, normalmente chove em todo o mês de outubro de 130 a 150 milímetros.

Por volta das 10 horas, a Prefeitura de Joinville informou que o Terminal do Centro foi interditado. Nenhuma linha do transporte urbano conseguiu ter acesso ao local durante parte da manhã.

Os ônibus que sairam da região Sul da cidade chegaram até as proximidades da rua Abdon Batista. Já as linhas do Norte só conseguiram acesso até o fim da rua Blumenau. O acesso ao terminal foi liberado às 14 horas. Por volta das 15h30, a água nas ruas da região central já havia baixado e o trânsito já tinha começado a fluir nas vias que estavam alagadas.

ACOMPANHE AO VIVO AS INFORMAÇÕES:



A rua 9 de Março, esquina com a João Colin, amanheceu alagada. Moradores do bairro Anita Garibaldi, região central, também registraram alagamento nas ruas Rio Grande do Sul, Coronel Santiago, e Bahia. 

A Defesa Civil já atendeu 25 ocorrências até esta tarde, entre deslizamentos, queda de muros, queda de árvores, alagamento de imóveis e o resgate de uma pessoa.

Os bairros mais atingidos segundo a Defesa Civil foram os da região Sul, Oeste e Central: Costa e Silva, Santo Antônio, Bom Retiro, América, Iririú, Centro, Saguaçu, Boa Vista, Jardim Iririú, Glória, Atiradores, Aventureiro, Bucarein, Anita Garibaldi, Vila Nova, Nova Brasília, Floresta, Itaum e Santa Catarina.

Para sexta-feira, a previsão é de que a chuva diminua, com  volumes pontuais de 30 a 40 mm no Planalto Norte e Litoral Norte de Santa Catarina.

De acordo com a Prefeitura de Joinville, dois abrigos estão de sobreaviso caso seja necessário o acolhimento de pessoas. Um deles fica no
no bairro Vila Nova (Escola Municipal Valentim João da Rocha) e outro no bairro Jardim Paraíso (Escola Municipal Rosa Maria Berezoski). No total, há 20 abrigos para apoio imediato.

Principais ocorrências

Entre as principais ocorrências registradas por causa das chuvas, um deslizamento de terras na servidão Hermes Mathies, no bairro São Marcos. Parte do barranco caiu e uma pedra atingiu um veículo que estava estacionado na garagem. Os danos foram materiais. O proprietário foi orientado sobre ações preventivas e recebeu material (lona plástica) para proteger o barranco de novas erosões.

Na rua Carlos Willy Boehm, bairro Costa e Silva, o muro de uma residência caiu sobre uma casa. Os danos foram materiais. A Defesa Civil expediu notificação de risco para a casa que foi atingida e orientou os moradores a não permanecerem na casa até que seja realizado um laudo por equipe técnica.

No bairro Floresta um muro caiu sobre a garagem de uma casa, soterrando o veículo e provocando danos materiais. Agentes da Defesa Civil orientaram o proprietário sobre as ações preventivas. 

Por causa da chuva, vários pontos de alagamento foram registrados em praticamente todas as regiões da cidade. Na Estrada dos Portugueses, bairro Vila Nova, uma pessoa foi retirada pelo Corpo de Bombeiros em função do alagamento da casa. 

Na região central estão alagadas parte das ruas Nove de Março, Beira-rio, Max Colin, Itajaí, Felipe Schmidt, Mário Lobo e avenida  Juscelino Kubitschek.
 

Aulas suspensas

Por causa das chuvas, Secretaria de Educação de Joinville decidiu cancelar as aulas do período da tarde desta quinta-feira na rede municipal de ensino. Cancelamento vale para as escolas, CEIs e para educação de jovens e adultos (EJA), no período noturno.

A Gerência Regional de Educação (Gered) de Joinville informa que os alunos das escolas da rede estadual de ensino estão dispensados. As aulas estão todas canceladas no período da tarde e noturno desta quinta-feira.

Até o momento 14 unidades de Joinville e uma de Araquari tiveram aulas prejudicadas devido aos alagamentos, maré alta e previsão de continuidade da chuva. Nesta sexta-feira as aulas também permanecerão canceladas.

Aulas da Casa da Cultura estão canceladas hoje à tarde e hoje à noite. Funcionários da Fundação Cultural que moram em áreas suscetíveis a alagamentos também estão liberados hoje.

Informações foram publicadas no perfil do diretor-executivo da FCJ, Guilherme Gassenferth.

Atendimento na Sáude comprometido

Parte das unidades de saúde espalhadas pela cidade registra problemas de
alagamento. Em alguns locais o acesso dos funcionários está comprometido por causa dos pontos de enchentes. Situações de funcionários que tiveram suas casas alagadas também comprometem o andamento dos serviços.

No Hospital São José uma cirurgia foi cancelada porque o paciente não conseguiu chegar ao local. Os demais procedimentos estão mantidos. Para o período da tarde, há possibilidade de cancelamento de outros procedimentos caso os servidores tenham dificuldade de acesso. O Hospital está parcialmente ilhado e a entrada é realizada pela contramão no acesso pela ACE.


Acompanhe a situação do trânsito em Joinville  
Jefferson Saavedra: 13,5 mil unidades ficam sem luz na manhã desta quinta-feira em Joinville
Chuva persiste e quinta-feira tem alerta para temporal, granizo e deslizamentos Chuva causa alagamentos e transtornos no Norte de Santa Catarina
Leia as últimas notícias de Joinville e região



*Com colaboração da Redação de AN
A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história