Os ataques aéreos da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos destruíram um campo de petróleo controlado pelo grupo Estado Islâmico (EI) no leste da Síria, informou nesta quinta-feira um porta-voz americano.

"Os ataques da noite passada visaram as refinarias controladas pelo Daech e seus centros de comando e controle" no campo de petróleo de Al-Omar, situado na cidade de Deir Ezzor, disse aos jornalistas o oficial americano Michael Filanowski.

"Nossos aviões atacaram 26 alvos e todos foram atingidos. Isto vai perturbar sua capacidade estratégica e financeira".

O oficial estimou que o EI obtinha com a exploração do campo de petróleo de Al-Omar entre 1,7 e 5,1 milhões de dólares ao mês.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) revelou que os ataques da coalizão contra Al-Omar destruiu gasodutos e instalações petroleiras.

Um civil morreu e vários civis e combatentes do EI ficaram feridos nos bombardeios, afirmou o diretor do OSDH Rami Abdel Rahmane.

O EI, que controla vastas regiões na Síria e no Iraque, se apoia em grande parte na produção de petróleo para financiar seu "califado".

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história