Colombo assina ordem de serviço para dois lotes do acesso ao futuro terminal do Aeroporto Hercílio Luz Júlio Cavalheiro/Secom

Raimundo Colombo (PSD) assinou as ordens de serviço junto com o prefeito Cesar Junior (PSD), o presidente do Deinfra Wanderley Agostini (PSD) e o secretário de Infraestrutura, João Carlos Ecker (PMDB), à direita

Foto: Júlio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo (PSD) assinou no início da tarde desta quinta-feira as ordens de serviço no valor de R$ 33,2 milhões para as obras de dois lotes do acesso ao futuro terminal do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis. Os contratos preveem a duplicação de um trecho de 6,48 quilômetros, a construção de um viaduto em frente ao Estádio da Ressacada e a reforma da ponte sobre o Rio Tavares, no Sul da Ilha de Santa Catarina. O prazo para conclusão das obras é de 720 dias, mas a expectativa do governador é de que avancem mais rapidamente.

Aeroporto Hercílio Luz: ministro promete concessão no primeiro semestre de 2016

Com as novas ordens de serviço, três dos quatro lotes da obra de acesso ao futuro terminal estão em execução. O primeiro lote está em andamento e prevê a duplicação de 3,55 quilômetros no bairro Carianos, entre o Trevo da Seta e a Ressacada ao custo de R$ 23,1 milhões. A mesma empresa que executa esse trecho, a PLM Construções, ficou também encarregada pela duplicação entre a SC-405 e o terminal do aeroporto, no valor de R$ 28,3 milhões. A MLA Construções será responsável pelo viaduto e pela reforma da ponte, ao custo de R$ 4,9 milhão. O quarto lote ligaria os trechos em duplicação, mas ainda não tem data para começar — está em etapa de licenciamento ambiental.

Obras de acesso ao Aeroporto Hercílio Luz serão retomadas

Toda a obra estava prevista para ser entregue em março do ano passado, mas o governo estadual rescindiu o contrato com a construtora Espaço Aberto, então responsável, alegando descumprimento de prazos e terceirização de serviços. Em julho de 2014 a construção foi dividida nos atuais quatro lotes.

Obras de acesso ao Aeroporto Hercílio Luz são divididas em quatro trechos

— A gente venceu toda aquela etapa de desqualificar a empresa, de cancelar o contrato, de fazer uma nova licitação. Isso tudo foi feito. Agora a obra desses outros dois lotes iniciam de forma acelerada e vai ser uma grande conquista para a população do Sul da Ilha — afirmou Colombo.

Notícias sobre Aeroporto Internacional Hercílio Luz

Presente à ao ato, o prefeito Cesar Souza Junior (PSD), de Florianópolis, disse que a obra se soma a outras em andamento no sistema viário do Sul da Ilha, como o elevado do Rio Tavares. Aproveitou para pedir que o governador encaminhe à Assembleia Legislativa projeto de lei para que o elevado em frente à Ressacada seja batizado com o nome do João Nilson Zunino, ex-presidente do Avaí, falecido em 2014.

— Além de ter toda uma simbologia, ele foi um dos lutaram muito por essa obra. É uma obra que ajuda o trânsito na Ressacada e que é uma verdadeira revolução para o Sul da Ilha — afirmou Cesar Junior, recebendo resposta positiva de Colombo.

 

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história