Os congoleses começaram a votar no domingo em um referendo para aprovar ou rejeitar uma reforma constitucional para permitir que o presidente Denis Sassou Nguesso tente a reeleição na eleição presidencial de 2016.

O projeto submetido a referendo, rejeitado pela oposição, visa eliminar as duas barreiras para uma nova candidatura presidencial de Sassou Nguesso: o limite de idade e o número de mandatos.

Sassou Nguesso, que voltou ao poder por um golpe militar em 1997, depois de um primeiro mandato de 1979-1991, acumula mais de 31 anos de poder no Congo.

Os colégios eleitorais abriram às 4h e os eleitores devem depositar nas runas um papel verde para o "sim" e um vermelho para o "não".

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história