Consumidores fazem filas em supermercados de Blumenau para comprar mantimentos Rafaela Martins/Agencia RBS

Movimento é intenso em alguns dos maiores estabelecimentos da cidade

Foto: Rafaela Martins / Agencia RBS

Estacionamentos cheios, espaços dos carrinhos vazios e filas nos caixas. Este é o cenário de alguns supermercados de Blumenau na tarde desta quinta-feira após o rio Itajaí-Açu ultrapassar a marca dos 9 metros. Nas sacolas os itens se repetem: água mineral e pão. Segundo Odair Bertoluzzi, gerente do Giassi, localizado na esquina da Antônio da Veiga com a Rua São Paulo, a procura pelos itens começou logo que o estabelecimento abriu, às 8h.

— Por causa do risco de alagamento já nos precavemos na semana passada. Hoje recebemos mais uma carga de água mineral e amanhã virão mais duas — afirma ao ressaltar que o mercado atenderá em horário normal nesta sexta-feira.

Aline Carolina Weiss e o marido Marcelo Bento levaram, entre outros produtos, cinco galões de água, cada um com 20 litros. A diarista, que está grávida e tem outra filha pequena, explica que caso a previsão se confirme, a família, que mora em um morro na Itoupava Seca, ficará ilhada.

— É ruim ficar sem água, ainda mais com criança pequena. Essa quantidade de água será suficiente para mais ou menos uma semana — conta.

Movimento intenso também foi registrado em outros mercados da cidade, como no Angeloni, tanto da Fonte quanto da Velha, e no Galegão, no bairro Escola Agrícola.

JORNAL DE SANTA CATARINA
 DC Recomenda
 
 Comente essa história