Débora Remor: PT deixa base aliada em Jaraguá do Sul Maykon Lammerhirt/Agencia RBS

Vereador João Fiamoncini (PT) afirma que não há condições de o PT permanecer com o governo municipal

Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

O Partido dos Trabalhadores desembarca oficialmente do governo municipal de Jaraguá do Sul nesta terça-feira. O anúncio de redução de cargos comissionados - de forma desproporcional e injusta, na avaliação das lideranças petistas - teria sido a “gota d’água” para um descontentamento que se arrasta há vários meses.

O PT tem hoje dez cargos de confiança e o prefeito Dieter Janssen solicitou que fossem reduzidos a quatro.  O vereador João Fiamoncini recusou a proposta e, em acordo com a executiva municipal, ofereceu todos os postos ocupados.

- Já não tínhamos força dentro do governo e percebemos que não dá mais para continuar juntos - disparou Fiamoncini.

Como único vereador petista, ele diz que vai manter a mesma postura na Câmara, de fiscalizar os atos e cobrar melhorias.

Para as eleições do ano que vem, não há chances de o PT estar com o PP na mesma coligação, afirma o presidente municipal, Marcel Salomon. As conversas mais afiadas estão com o PSD, do vereador Jeferson de Oliveira e do tucano Jair Pedri, que anunciou a troca para o PSD.

:: Leia mais notícias de Jaraguá do Sul e região ::

Dúvida
O vereador João Fiamoncini e o presidente Marcel Salomon dizem que a ruptura é total e afirmam que a controladora do município, Fernanda Klitzke, também deixará o cargo - o único ocupado do partido no primeiro escalão. Questionada, Fernanda não respondeu se sai ou não do cargo, mas afirmou que não está mais filiada no partido.

---------------
Outros destaques do Portal Jaraguá:

Positivo
Entre tantos cenários negativos na previsão do ano que vem, o professor e economista Antônio Kandir apontou um motivo de alegria aos brasileiros. A inflação, que este ano deve bater os 10% ou até superar um pouco, terá recuo expressivo em 2016, na casa dos 6%, aposta ele. Segundo Kandir, as tarifas públicas já não vão contaminar tanto os preços e o consumo continuará em baixa.

Ponte do Jaraguazinho
Moradores do bairro Jaraguazinho estão preocupados com a demora na conclusão das cabeceiras para a ponte na localidade de Tifa Lennert. Eles reclamam que foram duas semanas sem atividade, mas que finalmente as máquinas da prefeitura retornaram ao local. A ponte foi doada pela Defesa Civil estadual, e havia promessa de entrega para agosto.

Educação
O Prêmio Professor Nota Mil foi oficialmente lançado na noite de segunda-feira, pela Prefeitura de Jaraguá do Sul e a Acijs. O projeto busca estimular novos projetos de ensino e valorizar a meritocracia - três professores vão ganhar uma viagem à Alemanha, onde conhecerão experiências de sucesso. Para a classe empresarial, que vai bancar o prêmio, a união dos esforços precisa estar centrada nos três pilares: aperfeiçoamento profissional, estrutura física adequada e envolvimento dos pais com a escola.

Apresentação
A Weg agendou para dia 11 de novembro, no hotel Mercure de Jaraguá do Sul, a reunião anual com acionistas, analistas e investidores. Durante o evento, a empresa apresenta os principais resultados do ano e os investimentos feitos. São esperadas entre 50 e 60 pessoas, com peso expressivo para paulistas. Os últimos encontros anuais foram feitos em Joinville, São Paulo e Porto Alegre.

Ambiente
Esta quarta-feira será a primeira oportunidade para discutir a implantação da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) do Itapocuzinho, em Jaraguá do Sul. Na audiência pública, marcada para as 19h, na Igreja Luterana do bairro Santa Luzia, a população será informada sobre os impactos ambientais da miniusina. A empresa de Blumenau iniciou os estudos para implantação em 2010 e ainda não tem uma estimativa de quando poderá funcionar, pois depende da autorização da Fatma.

 

A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história