As eleições regionais na Colômbia terminaram neste domingo em um ambiente de normalidade e calma, apesar de quatro incidentes isolados - informou o ministro colombiano do Interior, Juan Fernando Cristo, no encerramento da votação.

"Foram as eleições mais pacíficas, mais tranquilas e mais seguras da história recente", disse Cristo à imprensa.

O episódio mais grave aconteceu no departamento de Antioquia, noroeste do país, onde um soldado morreu pouco antes do início dessa jornada eleitoral em um ataque do Exército de Libertação Nacional (ELN), a segunda guerrilha ativa na Colômbia.

Outros problemas foram registrados nos departamentos de Tolima e Meta (centro), com confrontos entre opositores, mas "foram rapidamente controlados pelas autoridades, e o dia terminou com normalidade", acrescentou o ministro.

Pelo menos 34 milhões de colombianos eram esperados nas urnas para eleger, por quatro anos, governadores e deputados dos 32 departamentos do país, assim como prefeitos e vereadores dos 1.102 municípios e centenas de integrantes de juntas locais.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história