Ao menos 16 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em uma explosão ocorrida durante uma procissão xiita no sudeste do Paquistão, na cidade de Jacobabad, informaram a polícia e fontes hospitalares.

O ataque ocorreu em um momento em que o Paquistão está em alerta elevado durante o festival do Moharram.

"Muitos feridos e corpos foram levados ao Hospital Civil", disse à AFP o oficial de polícia Zafar Iqbal, que inicialmente descreveu a explosão como um ataque suicida, mas depois afirmou que as autoridades ainda estavam investigando o caso.

Shah Zaman Khoro, o oficial administrativo do distrito, informou que 16 pessoas foram mortas e que pelo menos 28 tinham sido levadas ao hospital.

O chefe da polícia regional, Sain Rakhio Mirani, disse à AFP que "evidências iniciais" sugeriram que um terrorista suicida foi o responsável pela explosão, acrescentando que uma equipe de antiterrorismo foi enviada de Karachi para novas investigações.

O chefe de polícia também confirmou que pelo menos seis crianças estavam entre as vítimas.

O chefe do hospital, Altaf Wagan, confirmou o recebimento de 15 corpos e dezenas de feridos foram levados ao centro de saúde, e acrescentou que mais feridos tinham sido levados para outros dois hospitais próximos.

O ataque ocorreu do lado de fora de um líder xiita local, enquanto devotos se dirigiam à principal procissão da cidade, localizada a 500 km de Karachi, disse Iqbal.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história