Forças-tarefa de Lages, Curitibanos e Tubarão desembarcam em Rio do Sul Gilmar de Souza/Agência RBS

Cinquenta agentes do Corpo de Bombeiros operam no Colégio Dom Bosco, no Centro

Foto: Gilmar de Souza / Agência RBS

A população de Rio do Sul segue enfrentando problemas relacionados às chuvas que alagaram vários pontos da cidade na quinta-feira. Por conta disso, efetivos de três cidades têm apoiado o Corpo de Bombeiros municipal. Cinquenta agentes operam no Colégio Dom Bosco, no Centro, com ajuda de forças-tarefa de Lages, Curitibanos e Tubarão. 

Segundo informações da Defesa Civil, cerca de três mil pessoas estão desalojadas. Destas, 735 estão divididas entre os 13 abrigos ativados no município. Cinco deles já estão lotados. De quinta para sexta-feira o Corpo de Bombeiros registrou 70 ocorrências de retiradas de famílias das casas atingidas pelas águas. Até agora, de acordo com a Defesa Civil, não foram registrados problemas estruturais. No entanto, por volta do meio-dia um relatório deve ser liberado para que se tenha uma visão mais detalhada de eventuais danos. 

Dos 25 bairros da cidade, 22 foram afetados pela chuva. Canoas, Taboão, Navegantes e Bela Aliança são os mais problemáticos. Nas últimas 24 horas choveu 32mm e o pico do Rio Itajaí-Açu foi de 10,71m às 7h desta sexta. O pico histórico do rio foi registrado em 2011, com 12,96m.

JORNAL DE SANTA CATARINA
 Veja também
 
 Comente essa história