Governo libera repasse de R$ 5 milhões para a saúde de Joinville Leo Munhoz/Agencia RBS

Investimento no São José é uma tentativa de agilizar a conclusão do Complexo Ulysses Guimarães

Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Com a assinatura de um repasse milionário de verbas do governo do Estado ao município na tarde desta quinta-feira (15), a Prefeitura de Joinville encerra a semana com um saldo engordado em R$ 5 milhões para obras na área da saúde.

Oficializado pelo governador Raimundo Colombo, o repasse ocorreu durante a cerimônia de inauguração da nova ala com 42 leitos do Hospital Regional Hans Dieter Schmidt.

Leia mais notícias de Joinville e região no AN.com.br

De acordo com Colombo, que anunciou o repasse ao prefeito em exercício Rodrigo Coelho (PSB), os R$ 5 milhões chegam ao município dividido em três frentes de investimento.

— Serão R$ 2 milhões para a ampliação e reforma do PA Sul de Joinville, R$ 1,2 milhão para a compra de equipamentos que devem suprir as unidades básicas de saúde da cidade e, em especial, R$ 1,8 milhão para o Hospital Municipal São José — informou o governador.

Ele explicou que o investimento no São José é uma tentativa do governo de agilizar a conclusão do Complexo Ulysses Guimarães. De acordo com Colombo, os recursos serão usados para as adequações da obra que contempla novos leitos de UTI, aumentando a capacidade do hospital para 29 unidades, sendo 14 delas para leitos de internação e seis para leitos da Unidade de Tratamento de Queimados, área em que o São José é referência.

A secretária da Saúde de Joinville, Francielli Schulz, participou da solenidade  e comemorou a liberação da verba. 

—  O repasse assinado nesta tarde é, sem dúvida, um reforço de peso para a situação delicada da saúde no município. O dinheiro que entra para o São José é, principalmente, um recurso que a secretaria buscava há muito tempo — disse a secretária.

Francielli destacou ainda que a verba estadual vai ajudar a Prefeitura a concluir as obras de cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) cobrado pelo Ministério Público.

Quanto ao São José, a secretária explicou que o valor tornará possível iniciar o processo de licitação para as obras no Complexo Ulysses Guimarães, mas que vai esperar a liberação dos recursos para a ampliação e reforma do PA Sul e para os equipamentos das unidades básicas de saúde para então colocar em prática os projetos municipais.

— É uma questão de aguardar a verba para podermos licitar as obras, já que o projeto está pronto e a parte da Prefeitura, garantida — ponderou.

42 novos leitos para o Hospital Regional

Outro grande ponto de destaque na agenda do governador Colombo em Joinville foi a inauguração dos 42 leitos da nova ala do Hospital Regional. A entrega do projeto é resultado de uma obra que se prolongou pelos últimos 18 meses na unidade de saúde.

Os leitos fazem parte do investimento de R$ 6,6 milhões do Governo do Estado em uma área de 3.515 metros quadrados que, em homenagem ao antigo diretor do Regional, que faleceu em junho, foi batizada de Ala Renato Almeida Couto de Castro.

— Esta é apenas uma das etapas que quer colocar o Regional novamente como referência no Estado. Foram R$ 10 milhões em obras de reforma e ampliação do centro cirúrgico e na Central de Materiais Esterilizados (CME). Nossa expectativa é de que essa inauguração dê fôlego para as próximas fases de reforma — disse Colombo.

Segundo o governador, o total de investimentos no Regional deve chegar à casa dos R$ 66 milhões até a conclusão definitiva das obras, que, segundo estimativa dele, ficam prontas no primeiro semestre de 2018.

Segundo a diretora do Regional, Tânia Eberhardt, as obras terão continuidade já nos próximos dias, em uma etapa que consiste na reforma de mais 43 leitos e deve ser entregue até março de 2016.

— Os novos quartos são mais amplos com três leitos em cada e possibilitam ventilação e luz natural. As camas são mais leves, e os banheiros também foram completamente reestruturados. É um avanço grande e uma parte ainda mais importante para a história do Hans Dieter Schmidt — completou.

A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história