O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, sagrou-se tricampeão mundial de Fórmula 1, a três corridas do fim da temporada, igualando o ídolo Ayrton Senna, ao vencer neste domingo o Grande Prêmio dos Estados Unidos, no circuito de Austin.

O piloto de 30 anos, que conquistou seus dois primeiros títulos em 2008 e 2014 (o primeiro com a McLaren), não pode mais ser alcançado pelo companheiro de equipe Nico Rosberg, que ficou em segundo lugar no Texas, nem pelo também alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, que completou o pódio.

O inglês tem 76 pontos de vantagem sobre Vettel, e 80 sobre Rosberg, com apenas 75 ainda em jogo.

"É o dia mais feliz da minha vida. Conquistar o terceiro título mundial é algo incrível", vibrou o tricampeão, que não conteve o choro quando comemorou a façanha, ainda na pista, no rádio da sua Mercedes.

No pódio com Elton John

Depois de estacionar o carro, ele correu para os braços dos mecânicos, que haviam garantido o segundo título de construtores à escuderia há duas semanas, em Sochi.

"Não consigo encontrar palavras para descrever o que eu sinto. Preciso parabenizar minha equipe, que fez um trabalho incrível", disse o britânico, ainda muito emocionado quando foi entrevistado no pódio por outro ídolo de seu país, o cantor Elton John.

Hamilton conseguiu em Austin sua 10ª vitória em 16 corridas nesta temporada, a 43ª da sua carreira, duas a mais que Senna, tricampeão em 1988, 1989 e 1991.

O britânico igualou outros quatro pilotos que também conquistaram três títulos mundiais: o australiano Jack Brabham (1959, 1960, 1966), o escocês Jackie Stewart (1969, 1971 e 1973), o austríaco Niki Lauda (1975, 1977 e 1984) e o também brasileiro Nelson Piquet (1981, 1983 e 1987).

Na frente dele, estão apenas quatro lendas da F1, os tetracampeões Vettel e Alain Prost, o penta Juan Manuel Fangio e o hepta Michael Schumacher.

Condições extremas

No circuito das Américas de Austin, os pilotos tiveram os nervos à flor da pele, e o torcedor foi brindado por uma das corridas mais emocionantes dos últimos anos.

Os treinos foram perturbados pelas fortes chuvas que castigaram o Texas, decorrentes da passagem do furacão Patrícia pela região. Por isso, a pole position foi definida apenas neste domingo, menos de três horas antes da corrida.

Rosberg largou na frente, mas foi ultrapassado por Hamilton na primeira curva. Na manobra, o alemão saiu da pista e acabou perdendo três posições.

Os dois pilotos da Red Bull, Daniil Kvyat e Daniel Ricciardo, aproveitaram a brecha e conseguiram acompanhar o ritmo do líder durante algumas voltas, mas a entrada do carro de segurança voltou a deixar o resultado em aberto.

Vettel, que largou em 14º, fez uma grande corrida de recuperação. Ele chegou a assumir a segunda posição, que adiaria o título de Hamilton, mas outras passagens do "safety car" causaram mais reviravoltas.

Nasr pontua

Depois da última troca de pneus, Rosberg conseguiu voltar à frente do inglês, o que também impediria o tri antecipado.

O alemão, porém, não aguentou a pressão e cometeu um erro de trajetória a sete voltas do fim.

"Não sei o que aconteceu, ainda não consigo entender", lamentou Rosberg.

Hamilton não perdoou e foi buscar o título na garra, como Senna, sua grande fonte de inspiração.

Os representantes brasileiros tiveram desempenhos distintos no Texas. Felipe Massa (Williams) sofreu uma batida na largada e acabou abandonando na 24ª volta, mas seu "xará" Felipe Nasr (Sauber) fez uma bela corrida, terminando na zona de pontuação, em nono.

- Classificação do Grande Prêmio dos Estados Unidos:

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)

308,405 km em 1h50:52.703

(velocidade média: 166,888 km/h)

2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) a 2.850

3. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) 3.381

4. Max Verstappen (HOL/Toro Rosso-Renault) 22.359

5. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) 24.413

6. Jenson Button (GBR/McLaren-Honda) 28.058

7. Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso-Renault) 30.619

8. Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Mercedes) 32.273

9. Felipe Nasr (BRA/Sauber-Ferrari) 40.257

10. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-Renault) 53.371

11. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) 54.816

12. Alexander Rossi (EUA/Marussia-Ferrari) 1:15.277

Os demais pilotos não completaram a prova.

- Classificação do Mundial de Pilotos:

1. Lewis Hamilton (GBR) 327 pts (campeão)

2. Sebastian Vettel (ALE) 251

3. Nico Rosberg (ALE) 247

4. Kimi Räikkönen (FIN) 123

5. Valtteri Bottas (FIN) 111

6. Felipe Massa (BRA) 109

7. Daniil Kvyat (RUS) 76

8. Daniel Ricciardo (AUS) 74

9. Sergio Pérez (MEX) 64

10. Max Verstappen (HOL) 45

11. Romain Grosjean (FRA) 44

12. Nico Hülkenberg (ALE) 38

13. Felipe Nasr (BRA) 27

14. Pastor Maldonado (VEN) 26

15. Carlos Sainz Jr (ESP) 18

16. Jenson Button (GBR) 16

17. Fernando Alonso (ESP) 11

18. Marcus Ericsson (SUE) 9

- Classificação do Mundial de construtores:

1. Mercedes-AMG 574 pts (campeão)

2. Ferrari 374

3. Williams 220

4. Red Bull 150

5. Force India 102

6. Lotus 70

7. Toro Rosso 63

8. Sauber 36

9. McLaren 27

* AFP

 DC Recomenda
 
 Comente essa história