Mário Hildebrandt filia-se ao PSB e é aposta para as próximas eleições em Blumenau Rafaela Martins/Agencia RBS

Vereador ocupa a presidência da Câmara desde o início do ano

Foto: Rafaela Martins / Agencia RBS

O presidente da Câmara de Vereadores de Blumenau, Mário Hildebrandt, deixou o PSD e desde quarta-feira à tarde integra as cadeiras do PSB. A negociação com o partido de Paulinho Bornhausen durou dois anos e envolveu habilidade política para atrair o vereador que é a aposta da sigla para ser candidato a prefeito da cidade em 2016. Após ser assinada, a ficha de filiação foi encaminhada para reconhecimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Para o presidente do PSB em Blumenau, Júlio Pereira, a intenção do partido é atrair pessoas que possam desenvolver um trabalho duradouro dentro da sigla. De acordo com ele, Hildebrandt terá mais oportunidade de crescimento político filiado ao PSB.

— A vinda do Mário demorou um pouco. Houve alguma resistência pois ninguém quer perder, mas deu tudo certo. Houve uma conversa coerente entre os dois lados para que não ter ressentimento — explicou Pereira.

Vereador deseja espaço político próprio
Mário começou a vida política em 2005, quando filiou-se ao antigo PFL. Ficou no Dem até 2011, quando foi para o PSD. Para o parlamentar o partido em que estava tem muitas lideranças, o que dificultaria o seu crescimento político dentro da sigla, que já tem nomes políticos fortes em Blumenau, com o ex-prefeito João Paulo Kleinübing e os deputados estaduais Jean Kuhlmann e Ismael dos Santos.

Para Hildebrandt, a mudança para o PSB será importante para o crescimento que almeja na carreira política:

— Começo a construir um espaço próprio, onde poderei trabalhar minhas ideias e propostas. Em alguns pontos, tinha uma visão política diferente do PSD. Agora iremos formar um grupo novo, com uma visão diferente de política.

Com a mudança, a bancada do PSD na Câmara de Blumenau passa a ter dois vereadores: Fábio Fiedler e Robinsom Soares. A troca de partido de Hildebrandt será comunicada em breve aos outros integrantes da Mesa Diretora.

Prazos são prorrogados
O prazo para novas filiações, que seria até esta sexta-feira —um ano antes das próximas eleições— foi prorrogado pela presidente Dilma Rousseff (PT) por mais seis meses. A mudança foi sancionada na terça-feira (29).

JORNAL DE SANTA CATARINA
 Veja também
 
 Comente essa história