Operação contra o tráfico de drogas sintéticas prende três em Balneário Camboriú e Florianópolis Divulgação/Polícia Civil

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Uma operação contra o tráfico de drogas prendeu três pessoas e cumpriu oito mandados de busca e apreensão na quinta-feira em Itajaí, Balneário Camboriú, Florianópolis e Governador Celso Ramos. Coordenada pela Delegacia de Combate à Drogas (Decod), a ação foi deflagrada para desarticular uma quadrilha especializada no comércio de drogas sintéticas, como o ecstasy.

Dois homens, de 24 e 20 anos, foram detidos temporariamente no bairro Tapera, em Florianópolis, e no bairro das Nações, em Balneário. Conforme o delegado Verdi Furlanetto, da Decod, a dupla estava sendo investigada por suspeita de tráfico em festas eletrônicas na região. Uma pessoa permanece foragida.

– A investigação apontou que em Balneário e Itajaí ficavam os fornecedores das drogas e em Florianópolis o comprador. Ainda não foram fechados todos os dados sobre o quanto eles movimentavam em drogas e dinheiro – afirma.

Durante a operação, que mobilizou 60 policiais civis, foram apreendidas pequenas quantidades de entorpecentes, moedas falsas e uma garrucha calibre 22 LR. Com o irmão do suspeito de 20 anos, foi encontrada a arma. Por isso, ele foi preso em flagrante, interrogado na delegacia e, depois de pagar a fiança, liberado.

O delegado responsável pelo caso acredita ainda que os suspeitos conseguiram se desfazer das drogas antes da chegada dos policiais.

Além da Decod, participaram da operação policiais da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São José, DIC de Palhoça, DIC de Balneário Camboriú, DIC de Itajaí, Delegacia de Repressão a Roubos (DRR), Central de Investigações do Norte da Ilha (CINI), 1.ª, 2ª, 4ª e 5ª Delegacias da Capital.

O SOL DIÁRIO
 Veja também
 
 Comente essa história