Patricia, que antes de atingir a terra foi considerado o maior furacão da história da meteorologia mundial, perdeu força neste sábado e foi classificado de tempestade tropical após entrar no México pelo Pacífico, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

Segundo o boletim das 10h (de Brasília) do NHC, os ventos máximos sustentados de Patricia perderam força para cerca de 80 km/h e espera-se siga enfraquecendo à medida em que for passando pelo interior do país, onde os danos foram menores do que o esperado - embora o oeste norte do México continue sendo afetado por intensas chuvas.

* AFP

 DC Recomenda
 
 Comente essa história