A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira em Itajaí uma mulher suspeita de se passar por médium e cobrar altos valores em troca de proteção espiritual. O suposto estelionato teria ocorrido na cidade de Santo Amaro da Imperatriz. O marido dela, um homem de 49 anos, está foragido.

De acordo com as investigações da delegacia de Santo Amaro da Imperatriz, os dois suspeitos se apresentavam como médiuns e induziam as vítimas a contratarem seus serviços de proteção espiritual. Uma vítima chegou a depositar R$ 6,6 mil na conta do homem investigado.

A polícia apurou que os indiciados usavam o golpe como forma de sustento e mantinham um padrão de vida elevado – a dupla também costumava mudar frequentemente de endereço para não ser presa. Durante a apuração, os policiais descobriram ainda um histórico de crimes em Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Os dois também foram presos em flagrante em São Martinho (SC).

Com base na investigação, que contou com apoio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Itajaí, a Justiça expediu mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva dos envolvidos. Na terça-feira, a DIC cumpriu a ordem na casa dos falsos médiuns, no bairro Fazenda. Porém, apenas a mulher foi encontrada.

O SOL DIÁRIO
 Veja também
 
 Comente essa história