Reportagem do AN sobre a Babitonga é finalista do Prêmio CNT de Jornalismo Rodrigo Philipps/Agencia RBS

As águas calmas servem de abrigo para muitas espécies e são perfeitas para o transporte marítimo

Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

A reportagem multimídia do jornal A Notícia, Babitonga, uma baía dividida, é finalista do 22º Prêmio CNT de Jornalismo, um dos mais importantes reconhecimentos sobre a realidade do transporte brasileiro.

A matéria, publicada em maio deste ano, levanta o debate sobre qual é o limite de ocupação econômica da baía, localizada no litoral Norte catarinense.

O estuário serve de abrigo para várias espécies em extinção, ao mesmo tempo em que apresenta uma vocação natural para o transporte marítimo.

Investimentos que somam mais de R$ 1 bilhão neste setor estão previstos para região e vem sendo questionados por ambientalistas.

 


 

Durante três meses, a repórter Claudine Nunes e o fotógrafo Rodrigo Philipps foram a campo para descobrir a riqueza e os desafios da baía, tanto do ponto de vista ambiental quanto econômico, e por que a Babitonga merece um planejamento de longo prazo.

:: Confira a reportagem completa

O material reuniu inúmeras imagens, sons, documentos e entrevistas, e ganhou vida com o trabalho da designer Cristiane Macari para mídia impressa e on-line.

A finalização tem a assinatura dos editores Pedro Machado e Carolina Wanzuita.

A reportagem do AN é uma das cinco finalistas na categoria Prêmio Especial Meio Ambiente e Transporte. No total, são seis categorias e 30 finalistas, entre mais de 2 mil reportagens inscritas de todo o Brasil.

VÍDEO: Uma viagem pela Babitonga

A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história