Ricardo Dias: Sul de SC tem prejuízo de 400 toneladas na produção de mel Reprodução/RBS TV Criciúma

Foto: Reprodução / RBS TV Criciúma

Os estragos causados pelo excesso de chuva nas plantações deixam o Sul do Estado em alerta. E a preocupação não é de agora. Desde julho deste ano, a chuva acima da média tem causado danos, principalmente nas plantações de fumo, tomate e milho. Ainda não há uma estimativa oficial dos prejuízos contabilizados pela Epagri. Segundo o gerente regional da Epagri em Tubarão, Gustavo Claudino, a área para praticar a agricultura está se perdendo. O problema é com a perda do solo e erosão, por causa do volume de água.

Leia mais notícias no De Ponto a Ponto

O que também chama a atenção é a dificuldade na apicultura – impacto na produção de mel. As abelhas não conseguem acessar as flores e o néctar não é aproveitado. Todo o Sul de Santa Catarina deve sofrer grande perda na safra, chegando até a 80%. O número representa 400 toneladas a menos de mel em produção. O preço também já está nas prateleiras, onde o consumidor final sente no bolso o gosto amargo
do excesso de chuva. Ainda assim, o mel do Sul continua com o selo de melhor do mundo.

O outro lado da moeda

Se de um lado da economia a situação preocupa, no setor cerâmico do Sul as perspectivas são ótimas. A aposta está no aumento das exportações em 20%. A crise abriu oportunidades para geração de empregos e para que as indústrias melhorassem os ganhos nos produtos enviados para o exterior. A previsão é de 4% no aumento de postos de trabalho até o fim do ano. O Sindicato das Indústrias de Cerâmica de Criciúma e Região, aposta na alta do dólar para que o produto daqui se torne mais competitivo.

Papo nas universidades

O DC lança nesta segunda-feira o De Ponto a Ponto nas Universidades, que vai levar jornalistas para conversas com estudantes de comunicação de diversas universidades do Estado. Partcipo hoje do primeiro encontro na Unisul, em Tubarão, às 19h30min, com a editora de produção Vanessa Franzosi, o repórter do caderno NóS Emerson Gasperin e a colunista Viviane Bevilacqua.

Confira os próximos encontros:
4/11: Uniarp, em Caçador
12/11: Unidavi, em Rio do Sul
18/11: UFSC, em Florianópolis
26/11: Furb, em Blumenau

 

 Veja também
 
 Comente essa história