Sessão para votar vetos presidenciais é adiada novamente por falta de quórum  Luis Macedo,Câmara dos Deputados/Divulgação

Foto: Luis Macedo,Câmara dos Deputados / Divulgação

Pelo segundo dia consecutivo sem quórum, a sessão para votação dos vetos da presidente Dilma Rousseff foi adiada no Congresso Nacional. Foi a terceira tentativa frustrada de apreciação dos vetos presidenciais pelos parlamentares.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deu por encerrada a sessão porque, apesar de haver quórum entre os senadores, o número de deputados não atingiu os 257, mínimo necessário ao começo da votação. Pressionado pela oposição para encerrar os trabalhos, o senador aguardou por 30 minutos e suspendeu a sessão por outros 30 minutos à espera do quórum para votação, o que não se confirmou.

 Leia as últimas notícias do dia

Na semana passada, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), articulou uma manobra com a oposição para inviabilizar a votação. Os deputados pressionavam pela inclusão na pauta de um veto da presidente Dilma Rousseff a um projeto que acaba com as doações empresariais de campanha.

Saiba como foi a sessão:

 Veja também
 
 Comente essa história