O sínodo de bispos sobre a família votou com ampla maioria um documento final com 94 páragrafos, que propõe "a integração" na Igreja dos divorciados que voltarem a se casar, após a análise de "caso a caso".

Nos dois parágrafos dedicados a temas mais sensíveis, o consenso foi menor.

O texto foi entregue ao papa Francisco, que o divulgou ao público imediatamente.

* AFP

 DC Recomenda
 
 Comente essa história