STF devolve a Collor guarda de carros de luxo apreendidos pela PF Pedro Ladeira/Folhapress

Collor será o fiel depositário de um Lamborghini, um Bentley, uma Range Rover e uma Ferrari

Foto: Pedro Ladeira / Folhapress

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou o senador Fernando Collor (PTB-AL) a guardar veículos de luxo que foram apreendidos em julho pela Polícia Federal na Operação Politeia, desdobramento da Operação Lava-Jato.

Collor será o fiel depositário de um Lamborghini, um Bentley, uma Range Rover e uma Ferrari. Dos carros apreendidos, apenas um Porsche Panamera não voltará à residência de Collor. De acordo com a decisão, o senador não apresentou termo de concordância da empresa GM Comércio de Combustível Ltda, em nome de quem está registrado o veículo.

Collor pressionou por compra de R$ 1 bilhão na BR Distribuidora, acusa delator
Lula, FHC e Collor são investigados por suspeita de levar objetos do Planalto

Collor pediu ao STF para guardar em sua posse os veículos porque são automóveis de luxo que demandam cuidados especiais.

"Não se tratando de bens essenciais à elucidação dos fatos investigados, nem constituindo, em si mesmos, bens ilícitos, não haveria óbice à nomeação do requerente como fiel depositário, com os deveres e ônus correspondentes", disse a decisão do STF.

STF concede mais 30 dias para defesa de Fernando Collor
Minha atuação é profissional e de combate à corrupção, responde Janot a Collor

*Estadão Conteúdo

 Veja também
 
 Comente essa história