STF rejeita recurso do governo para suspender julgamento no TCU Gervásio Baptista/STF

Foto: Gervásio Baptista / STF

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou o recurso apresentado pelo governo federal para suspender o julgamento das contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff, previsto para ocorrer na tarde desta quarta-feira no Tribunal de Contas da União (TCU), em Brasília. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Governo entra com novo pedido no STF para adiar julgamento do TCU

No mandado de segurança impetrado no STF, o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, alegava que o TCU não poderia prosseguir com o julgamento sem analisar separadamente o pedido de suspeição do ministro Augusto Nardes. Para o governo, Nardes deveria ser afastado da relatoria do processo por ter indicado antecipadamente que votará pela rejeição das contas.

Sessão do TCU pode recomendar a rejeição das contas de Dilma
Como será a sessão para apreciar contas de Dilma no TCU

Após tomar conhecimento do pedido de suspeição, Nardes repudiou a postura do governo e disse que "não irá se acovardar" diante do que ele classifica de uma tentativa do governo de intimidá-lo.

Nardes comenta manobra do governo no STF
Governo aciona STF contra análise de contas de Dilma

Nesta quarta-feira, o governo entrou com um novo pedido no STF para tentar adiar o início do julgamento das contas da presidente Dilma. Segundo o jornal Estadão, Adams voltou ao Supremo, dessa vez com pedido para que o próprio julgamento da suspeição de Nardes seja adiado.

*Zero Hora

 Veja também
 
 Comente essa história