Prefeitura fecha saída do Rio do Braz para praia de Canasvieiras Diorgenes Pandini/Agência RBS

Foto: Diorgenes Pandini / Agência RBS

A prefeitura de Florianópolis concluiu a recomposição da faixa de areia no local onde o Rio do Braz deságua no mar de Canasvieiras, no Norte da Ilha. Das 22h às 4h desta terça-feira, técnicos da secretaria de obras utilizaram a areia da própria praia para recriar uma barreira. 

 A medida tenta impedir que as águas contaminadas por esgoto cheguem ao mar e intensifiquem a situação que já é crítica. No último relatório de balneabilidade divulgado pela Fatma, todos os pontos da praia estão impróprios para banho. 

De acordo com o secretário de obras da Capital, Rafael Hahne, um trabalho semelhante estava programado para o dia 30 de dezembro, mas devido à chuva não pode ser realizado. A expectativa da prefeitura é que com a previsão de tempo seco, maré baixa e vento sul fraco a barreira se mantenha e consiga reter a água com dejetos. 

Um terço dos pontos está condições de para banho em SC, diz Fatma  

A secretaria, no entanto, admite que esse rompimento pode ocorrer quase haja uma chuva mais intensa ou que a maré suba muito na região. Mas acredita que se isso acontecer, o rio já pode ter completado o processo de tratamento biológico e esteja mais limpo. 

Essa é uma das três medidas anunciadas pela prefeitura em consonância com a Companhia de Águas e Saneamanto (Casan) na segunda-feira. Além dessa medida, será ampliado nos próximos dias o tratamento biológico da água que corre no Rio do Braz. A fiscalização de pontos comerciais com ligações irregulares à rede de esgoto também será intensificada, com os locais que não estejam corretos sendo lacrados. 

Médico esclarece dúvidas sobre viroses    


Foto: Diorgenes Pandini / Agência RBS
ÂNDERSON SILVA
 Veja também
 
 Comente essa história