Como saber se você tem uma conta inativa no FGTS e consultar o saldo Germano Rorato/Agencia RBS

Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

O Governo Federal divulgou nesta terça-feira (14/2) o calendário de pagamento das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Se você tem uma dessas contas, fique atento: o pagamento será a partir de 10 de março e vai até 31 de julho deste ano, levando em conta o mês de aniversário do trabalhador.

Tem conta inativa com direito a saque o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015. Segundo o governo, a medida beneficia mais de 30 milhões de trabalhadores no Brasil. Somente os gaúchos deverão sacar R$ 2,6 bilhões das contas inativas.

Leia mais:
Saiba como aproveitar melhor o reforço na conta com o FGTS

O que você precisa saber sobre os saques nas contas inativas do FGTS
Transferência de contas inativas do FGTS para outros bancos será feita sem taxas
Caixa abrirá 1,8 mil agências aos sábados para saques do FGTS

As agências selecionadas terão atendimento exclusivo neste sábado para solucionar dúvidas sobre o saque de contas, regularização de cadastro dos trabalhadores e cadastramento de senha do Cartão do Cidadão. E nestas quarta, quinta e sexta-feiras, todas as agências abrirão duas horas mais cedo para dar atendimento exclusivo a esse público. 

Como saber se você tem uma conta inativa no FGTS?

Para consultar se tem uma conta inativa no FGTS e o seu saldo, o trabalhador pode consultar o site do FGTS. Para acessar o extrato, é preciso ter em mãos o número de identificação social (PIS/Pasep), encontrado na carteira de trabalho, e uma senha, chamada Senha Cidadão, que pode ser criada no momento do acesso neste endereço.

O extrato informa os dados cadastrais e os lançamentos realizados na conta nos últimos seis meses. Saldo e extrato de contas vinculadas, inclusive as inativas, também são informados na página.

Pela internet
A Caixa lançou um site com todas informações sobre o saque do FGTS inativo, que está nesse link. É possível conferir o extrato no site do FGTS. Para isso, é preciso ter cadastrada uma senha eletrônica, que pode ser criada em uma página da Caixa.

Em uma agência da Caixa
O trabalhador pode consultar seu saldo e também solicitar uma senha para acesso online em uma agência da Caixa. Para isso, é preciso levar um documento de identificação (carteira de identidade, carteira de habilitação, carteira de trabalho ou certidão civil) e o número de inscrição PIS/Pasep/NIT.

Pelo celular
Há aplicativos do FGTS disponíveis para os sistemas Android e iOS (veja como baixar). Além de ser possível acessar o site via smartphone, o contribuinte pode optar por receber mensagens no celular com informações da conta do FGTS — assim, abre mão da correspondência recebida a cada dois meses com o extrato.

Por e-mail
O cidadão pode também optar por receber o extrato do FGTS pelo e-mail, informando a preferência no mesmo site em que consulta o extrato.

* Zero Hora, com agências

 Veja também
 
 Comente essa história