Cinco homens que estavam detidos na Delegacia de Polícia de Palhoça fugiram na madrugada desta segunda-feira. Juarez da Silva Tavares Neto, 37 anos, André Leonardo Leal, 23 anos, Erivelton da Conceição, 40 anos, Paulo Cesar Matia, 33 anos, e Juliano Paim Ramos, 28 anos, estavam na única carceragem da 30º DP da Polícia Civil, no Centro da cidade. Duas grades foram cerradas para que eles pudessem escapar.

Segundo o Delegado Marcelo Arruda, a carceragem da delegacia não deveria abrigar nenhum preso, já que o local serve para abrigar um ou dois presos por poucas horas. Além disso, o local não possui a segurança necessária. No momento da fuga havia 10 presos na cela, mas somente cinco quiseram sair.

— Eles estavam ali por mais de uma semana. Não deveria ter ninguém nessa cela, mas o de Departamento de Administração Prisional (Deap) disse que não tinha vaga e eles foram ficando — afirmou. 

Mesmo após a fuga, os cinco homens que ficaram no local permanecem dentro da cela. O Deap foi avisado da situação, mas de acordo com Arruda, afirmou que não há presídio para abrigar os encarcerados. 

Acusações dos presos foragidos

- Juarez da Silva Tavares Neto, 37 anos: acusado de falsidade ideológica;
- André Leonardo Leal, 23 anos: furto, roubo;
- Erivelton da Conceição, 40 anos: furto;
- Paulo Cesar Matia; furto;
 - Juliano Paim Ramos, 28 anos: tentativa de homicídio;

Leia mais notícias:
Detento é assassinado na Penitenciária de São Pedro de Alcântara
Homem é encontrado morto na Penitenciária Industrial de Blumenau

 Veja também
 
 Comente essa história